Análise do sistema de produção de uma dehesa ecológica em Andaluzia, Espanha

Autores

  • Letícia Paludo Vargas Universidade Federal de Santa Maria
  • Filipe Augusto Xavier Lima Universidade Federal de Santa Maria
  • Gloria Isabel Guzmán Casado Universidad Pablo de Olavide (UPO-Espanha)
  • Vicente Celestino Pires Silveira Universidade Federal de Santa Maria

Resumo

Tendo como foco principal a caracterização da agricultura de base ecológica na Espanha, este artigo buscou identificar os principais elementos que constituem uma dehesa ecológica, apresentando um estudo de caso na localidade La Carolina, município de Jaén, na Andaluzia. A propriedade trabalha com produção animal extensiva de ovinos, criação de galinhas poedeiras e cultivo de olivais, produzindo de forma ecológica desde 2004. A dehesa analisada pode ser descrita como um sistema de produção amplo, baseado no uso múltiplo do território. Nesse trabalho, discutimos as interações biológicas e os benefícios ambientais e sociais da sua produção.

Biografia do Autor

Letícia Paludo Vargas, Universidade Federal de Santa Maria

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Extensão Rural – Universidade Federal de Santa Maria

Filipe Augusto Xavier Lima, Universidade Federal de Santa Maria

Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Extensão Rural – Universidade Federal de Santa Maria

Gloria Isabel Guzmán Casado, Universidad Pablo de Olavide (UPO-Espanha)

Professora da Universidad Pablo de Olavide (UPO-Espanha)

Vicente Celestino Pires Silveira, Universidade Federal de Santa Maria

Professor do Programa de Pós-Graduação em Extensão Rural – Universidade Federal de Santa Maria

Referências

DÍAZ, M.; PULIDO, F. J.; MARAÑÓN, T. Diversidad biológica y sostenibilidad ecológica y económica de los sistemas adehesados. Revista Ecosistemas, 12(3), 2003.

MINISTERIO DE AGRICULTURA, PESCA Y ALIMENTACIÓN. Diagnóstico de las dehesas ibéricas mediterráneas. Tragsatec. Madrid, 2008.

TOLEDO, V. M. El metabolismo social: una nueva teoría socioecológica. Relaciones 136, otoño 2013, pp. 41-71.

Downloads

Publicado

2016-05-16

Edição

Seção

IX CBA 5. Construção do Conhecimento Agroecológico

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)