CONSERVAÇÃO AMBIENTAL E QUALIDADE DE VIDA: UMA ANÁLISE QUALITATIVA DO PARQUE ESTADUAL DO UTINGA, BELÉM-PA

Autores

  • Denise Nunes Pereira Universidade Federal Rural da Amazônia
  • Ana Paula Ribeiro Medeiros Universidade Federal Rural da Amazônia
  • Kelly da Conceição Pereira Santos Universidade Federal Rural da Amazônia
  • Helaine Cristine Gonçalves Embrapa Amazônia Oriental
  • Renata Sousa Tenório Universidade Federal Rural da Amazônia

Resumo

O objetivo deste estudo foi analisar qualitativamente o Parque Estadual do Utinga (PEUt), nos bairros Curió-Utinga e Souza, no nordeste paraense e verificar sua influência na qualidade de vida da comunidade local e dos frequentadores do ambiente. Para isto foram aplicados questionários nos bairros Curió-Utinga e Souza e com os frequentadores do parque, sendo que os dados coletados foram tabulados e analisados pelo software Excel. Verificou-se que no PEUt 67% dos entrevistados enfatizaram a importância do Parque no aspecto do bem-estar, saúde e lazer. Nos bairros Curió-Utinga e Souza a maioria dos moradores tem conhecimento do Parque, e especificamente o Curió – Utinga tem melhor conforto térmico e qualidade sonora melhorando a qualidade de vida das pessoas. Sendo assim o Parque Estadual do Utinga desempenha um papel fundamental no bem-estar da comunidade local e dos frequentadores do espaço.

Referências

ABELÉM, A. Carências habitacionais na Amazônia: uma reflexão sobre carências na Amazônia. Belém, PA, 1996.

BUENO, Norma Pignataro Emerenciano. & RIBEIRO, Karla Cristina Campos. Unidades de Conservação - caracterização e relevância social, econômica e ambiental: um estudo acerca do Parque Estadual Sumaúma. Manaus, AM, 2007.

DRUMOND, M. A. Participação comunitária no manejo de unidades de conservação: manual de técnicas e ferramentas. Belo Horizonte, Instituto Terra Brasilis de Desenvolvimento Sócio-Ambiental, 2002. 9p.

LERAY, Ester Barbosa. IMPACTOS SÓCIO-AMBIENTAIS: um estudo sobre a preservação ambiental do Parque Estadual do Utinga. Belém, PA, 2010.

Downloads

Publicado

2016-05-17

Edição

Seção

IX CBA 8. Biodiversidade e Bens Comuns.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)