A importância das comunidades tradicionais de Fundos de Pasto: estudo de caso em Testa Branca no município de Uauá-BA

Autores

  • Diego de Albuquerque Oliveira Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada - IRPAA
  • Luis Osete Ribeiro Carvalho Mestrado em Educação, Cultura e Territórios Semiáridos pela Universidade do Estado da Bahia
  • Victor Leonam Aguiar de Moraes Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada - IRPAA
  • Clérison dos Santos Belém Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada - IRPAA

Resumo

Inseridas em um território marcado por experiências históricas de luta e resistência popular contra inúmeros projetos de dominação capitalista, as comunidades tradicionais de Fundos de Pasto ainda permanecem distantes de sua diversidade material e simbólico-cultural. O presente trabalho busca visibilizar a comunidade de Fundos de Pasto Testa Branca do município de Uauá-BA, apresentando seus processos de organização e potencialidades da região semiárida. Para isso, utilizaram-se alguns procedimentos metodológicos, como a realização de reuniões com entidades que atuam na comunidade; observação participante; oficinas participativas e rodas de conversa. Os resultados revelam a relevância das atividades econômicas existentes na comunidade, a relação com o tamanho do território de uso coletivo e a necessidade de regularização fundiária dos territórios tradicionalmente ocupados.

Biografia do Autor

Diego de Albuquerque Oliveira, Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada - IRPAA

Agrônomo, colaborador do Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada - IRPAA.

Luis Osete Ribeiro Carvalho, Mestrado em Educação, Cultura e Territórios Semiáridos pela Universidade do Estado da Bahia

Mestrando em Educação, Cultura e Territórios Semiáridos pela Universidade do Estado da Bahia (Uneb), onde se especializou em Ensino da Comunicação Social (2012) e se graduou em Comunicação Social: Jornalismo em Multimeios (2010); Especialista em Educação no Campo (2012) pela Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), onde se graduou em Psicologia (2014).

Victor Leonam Aguiar de Moraes, Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada - IRPAA

Agrônomo, colaborador do Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada - IRPAA.

Clérison dos Santos Belém, Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada - IRPAA

Zootecnista, colaborador do Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada - IRPAA.

Referências

ALBUQUERQUE JÚNIOR, Durval Muniz de. A invenção do Nordeste e outras artes. Recife: FJN, Ed. Massangana; São Paulo: Cortez, 1999.

SANTOS, José Moacir dos. Comunidades tradicionais de Fundo de Pasto: o papel da educação formal para o reconhecimento e a valorização de sua identidade cultural. Juazeiro: Universidade Estadual da Bahia, 2013.

TORRES, Paulo Rosa. Terra e territorialidade das áreas de fundos de pasto no semiárido baiano. Feira de Santana: UEFS Editora, 2013.

VERDEJO, Miguel Expósito. Diagnóstico rural participativo: guia prático DRP. Brasília: MDA/Secretaria de Agricultura Familiar, 2010.

Downloads

Publicado

2016-05-15

Edição

Seção

IX CBA 1. Sócio biodiversidade e Território.