Estudo sobre a utilização de plantas medicinais no município de Cabaceiras – PB

Autores

  • Rayza Morganna Farias Cavalcanti Universidade Federal de Campina Grande
  • Natália Thaynã Farias Cavalcanti Universidade Federal de São Carlos
  • Marta Emília Aires Cavalcanti Farias Universidade Estadual da Paraíba
  • Josenildo Oliveira Sobrinho Universidade Federal de Campina Grande
  • Carlos Augusto Silva Júnior Universidade Federal de Campina Grande

Resumo

O presente estudo teve como objetivo realizar levantamento das plantas medicinais utilizadas no município de Cabaceiras – PB. A metodologia empregada foi baseada na aplicação de questionário para uma amostra de 65 pessoas. O local mais citado para aquisição de plantas medicinais foi plantação em casa, as plantas com maior frequência de citação foram boldo, erva cidreira, capim santo e mastruz, a parte mais utilizada a folha e o modo de uso o chá. As principais doenças tratadas foram gripes, diarreia e febre. Deste modo, a população de Cabaceiras continua interessada na utilização de plantas com aplicações terapêuticas apesar dos avanços tecnológicos.

Biografia do Autor

Rayza Morganna Farias Cavalcanti, Universidade Federal de Campina Grande

Bacharel em Engenharia de biotecnologia pelo Centro de Desenvolvimento Sustentável do Semiárido - CDSA da Universidade Federal de Campina Grande e mestranda em Biotecnologia pelo Instituto de Química da Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"

Natália Thaynã Farias Cavalcanti, Universidade Federal de São Carlos

Bacharel em Agroecologia pela Universidade Estadual da Paraíba e mestranda em Agroecologia e Desenvolvimento Rural no Centro de Ciências Agrárias da Universidade Federal de São Carlos

Marta Emília Aires Cavalcanti Farias, Universidade Estadual da Paraíba

Licenciada em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual da Paraíba e mestre em Desenvolvimento Regional pela Universidade Estadual da Paraíba.

Josenildo Oliveira Sobrinho, Universidade Federal de Campina Grande

Graduando em Engenharia de Produção na Unidade Acadêmica de Tecnologia do Desenvolvimento, Centro de Desenvolvimento Sustentável do Semiárido - CDSA da Universidade Federal de Campina Grande

Carlos Augusto Silva Júnior, Universidade Federal de Campina Grande

Graduando em Ciências Sociais na Unidade Acadêmica de Educação no Campo, Centro de Desenvolvimento Sustentável do Semiárido - CDSA da Universidade Federal de Campina Grande

Referências

ALMEIDA, M. Z. Plantas medicinais. 3 ed. Salvador: EDUFBA, 2011. 221 p.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Censo Demográfico 2010. Disponível em:<http://www.cidades.ibge.gov.br/painel/painel.php?lang=&codmun=250310&search=paraiba%7Ccabaceiras%7Cinfograficos:-dados-gerais-do-municipio>. Acesso em: 05 abril 15, 16:41:30.

LACERDA, J. R. C. et al. Conhecimento popular sobre plantas medicinais e sua aplicabilidade em três segmentos da sociedade no município de Pombal-PB. ACSA, v. 9, n. 1, p. 14- 23, 2013.

LÓS, D. V. S.; BARROS, R. P.; NEVES, J. D. S. Comercialização de plantas medicinais: um estudo etnobotânico nas feiras livres do município de Arapiraca–AL. Revista de biologia e farmácia, v. 7, n. 2, p. 38-51, 2012.

OMS. World Health Organization. Bulletin of the World Health Organization. Regulatory situation of herbal medicines. A worldwide review,Geneva, 1998.

PARENTE, C. E.; ROSA, M. M. T. Plantas comercializadas como medicinais no Município de Barra do Piraí, RJ. Rodriguésia, v. 52, n. 80, p. 47-59, 2001.

SOARES, M. A. A. et al. Levantamento etnobotânico das plantas medicinais utilizadas pela população do município de Gurinhém – Paraíba. Revista Homem, Espaço e Tempo, v. 1, p. 36-47, 2009.

VASCONCELOS, D. A.; LIMA, M. M. O.; ALCOFORADO, G. G. Plantas medicinais de uso caseiro: conhecimento popular na região do centro do município de Floriano/PI. In: V Congresso Norte e Nordeste de Pesquisa e Inovação, Maceió, 2010. Anais CONNEPI 2010, 2010.

VEIGA JUNIOR, V. F.; PINTO, A. C.; MACIEL, M. A. M. Plantas Medicinais: Cura segura? Química Nova, v. 28, n. 3, p. 519-528, 2005.

Downloads

Publicado

2016-05-16

Edição

Seção

IX CBA 5. Construção do Conhecimento Agroecológico

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)