Impactos ambientais e mudanças sociais decorrentes da construção de barragem: O cenário da pesca artesanal no lago da UHE de Tucuruí/Pa.

Autores

  • cleide lima de souza Universidade Federal do Pará
  • Voyner Ravena Cañete Universidade Federal do Pará.

Resumo

Este trabalho descreve o cenário de degradação socioambiental decorrente da construção de Usina Hidrelétrica de Tucuruí no Pará e o impacto sofrido por pescadores artesanais na captura dos recursos pesqueiros no ambiente fortemente alterado. Com um trabalho de campo realizado no decorrer de 10 anos, foi possível construir uma base de dados qualitativos e quantitativos que permitem delinear a dinâmica dos moradores do entorno do lago artificial. Os impactos aniquilaram o ecossistema em que as populações interagiram por muitas gerações, desconsiderando saberes, costumes e práticas. Técnicas de captura de peixes e a inserção de novas espécies na dieta alimentar bem como a adaptação as mudanças, findaram gerando sofrimento àquelas populações que mantiveram uma relação intrínseca com os recursos naturais. Palavras-chave: Pesca artesanal; Impacto Ambiental; Lago artificial.

Biografia do Autor

cleide lima de souza, Universidade Federal do Pará

Doutoranda em Ecologia Aquática e Pesca - PPGEAP

Voyner Ravena Cañete, Universidade Federal do Pará.

Docente do Programa de Pós-Graduação em Ecologia Aquática e Pesca (PPGEAP) UFPA.

Referências

ALMEIDA, Alfredo W. B. “Refugiados do desenvolvimento: os deslocamentos compulsórios de índios e camponeses e a ideologia da modernização”, in Travessia - Revista do Migrante, ano XX, n. 25, 1996.

CINTRA, I. H. A.; Maneschy, M. C. A; JURAS, Anastácio Afonso; Mourão, R. S. N; OGAWA, Masayoshi. Pescadores artesanais do reservatório da usina hidrelétrica de Tucuruí (Pará, Brasil). Revista de Ciências Agrárias / Amazonian Journal of Agricultural and Environmental Sciences, v. 54, p. 63-72, 2011.

COSTA, Fernanda Araújo. Projeto Baixo Tocantins: Salvamento Arqueológico na região de Tucuruí. Dissertação de Mestrado, USP, 1983.

FEARNSIDE, P.M. 1999. Impactos sociais da barragem de Tucuruí. p. 219-244 In: R. Henry (ed.) Ecologia de Reservatórios: Estrutura, Função e Aspectos Sociais. Universidade Estadual Paulista (UNESP), Botucatu, SP. 799 p.

HALBWACHS, M. A memória coletiva. São Paulo: Biblioteca Vértice, 1990.

MAGALHÃES, Sônia Barbosa. Lamento e Dor. Uma análise sócio-antropológica do deslocamento compulsório provocado pela construção de barragens. Tese de Doutorado. Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais. Universidade Federal do Pará/Université de Paris, 2007. Tese de Doutorado.

RAVENA, N; RAVENA-CAÑETE, V; SOUZA, Cleide. L.de; RAVENA, T. Lições não Aprendidas: Hidrelétricas, Impactos Ambientais e Política de Recursos Hídricos. Papers do NAEA (UFPA), v. 10, p. 1-17, 2009.

Downloads

Publicado

2016-06-07

Edição

Seção

IX CBA 1. Sócio biodiversidade e Território.