Implantação de uma Lavoura de Xique-xique em Picuí - PB: Plantando Latas D’água no Semiárido Brasileiro (SAB)

Autores

  • Frederico Campos Pereira Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia da Paraíba.
  • Daniel Duarte Pereira UFPB campus Areia
  • Guilherme Medeiros Santos IFPB
  • Vera Lúcia Antunes Lima UFCG
  • Rinaldo Robson Santos Ferreira UFPB

Palavras-chave:

Caatinga, cactáceas, plantas xerófilas, convivência

Resumo

O xique-xique é uma cactácea bastante comum no semiárido nordestino, desenvolvendo-se muito bem nas áreas mais secas. Este trabalho visa analisar o desenvolvimento fenológico e fisiológico de três áreas plantada com xique-xique (Pilosocereus gounellei; (A. Weber ex K. Schum.) e que encontra-se no quarto ano de plantio. Serão realizadas mensurações relativo a formação de massa verde e seca, além de analisar se as plantas sobreviventes emitiram floração e brotação ao longo dos anos estudados. A diferença entre a massa verde e a seca refere-se a quantidade de água existente na parte estudada na espécie. As parcelas foram implantadas em áreas degradadas com dimensões 10 x 10 m e espaçamento 2 x 1 m, perfazendo um total de 60 plantas por parcela obtendo um índice de sobrevivência de 100 % através de propagação assexuada através de hastes de 70 cm de comprimento. As maiores quantidades de biomassa verde e seca foram encontradas nas plantas da área do lixão o que nos suscita a dizer que plantar xique-xique é o mesmo que plantar latas d’água no semiárido.

Biografia do Autor

Frederico Campos Pereira, Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia da Paraíba.

Professor do Curso de AGROECOLOGIA do IFPB. Engenheiro Agrônomo formado pela UFPB, Mestre e Doutor em Recursos Naturais pela UFCG,

Daniel Duarte Pereira, UFPB campus Areia

Prof. do curso de Agronomia na UFPB e Dr. em Recursos Naturais pela UFCG

Guilherme Medeiros Santos, IFPB

Graduando em Agroecologia IFPB

Vera Lúcia Antunes Lima, UFCG

Dra. e Profª em Engenharia Agrícola UFCG.

Rinaldo Robson Santos Ferreira, UFPB

Graduando em Zootecnia pela UFPB

Referências

GOMES, R. P. Forragens fartas na seca. 4 ed. São Paulo: Nobel, 1977. 233p.

LIMA, J. L. S. Plantas forrageiras das caatingas – uso e potencialidades. EMBRAPA CPATSA/PNE/RB-KEM. Petrolina. 1996. 43 p.

PEREIRA, F. C. Metodologias para recuperação de áreas degradadas no Semiárido da Paraíba utilizando o xiquexique (Pilosocereus gounellei) e a macambira (Bromelia laciniosa). Campina Grande: UFCG, 2010. 88p. Dissertação de Mestrado

Downloads

Publicado

2016-05-15

Edição

Seção

IX CBA 3. Sistemas de Produção Agroecológica.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>