Assentamento “Conquista no Litoral”: dependência versus autonomia.

Autores

Resumo

Resultado parcial de um projeto de pesquisa interdisciplinar, este artigo objetiva uma análise da estratégia de desenvolvimento socioeconômico e político do modo de produção do assentamento Conquista no Litoral, localizado no município de Garuva-SC, à luz dos princípios agroecológicos. Através da prática metodológica de observação participante seguida da investigação-ação realizou-se a identificação dos interesses dos assentados em relação à autonomia idealizada pela projeção emancipatória, demonstrados pelos anseios da forma de viver e de se relacionar com o meio, versus a dependência resultante das relações comerciais, que neste caso culmina num sistema produtivo convencional que impulsiona o desenvolvimento econômico em detrimento à qualidade de vida e às relações político-sociais do convívio em modo coletivo. Acreditamos que este artigo provoca a questão da dependência versus autonomia e a coloca em evidência, destacando práticas e conflitos antes não revelados.

Biografia do Autor

Eloize Yoshiko Kamei, Universidade Federal de Santa Catarina

Arquiteta e Urbanista, especialista em desenvolvimento regional pela UFPR, mestre em Planejamento territorial e desenvolvimento socioambiental pela UDESC, estudante de Residência agrária pela UFSC.

Joel Dutka, Universidade Federal de Santa Catarina

Mestrando em Sociologia Política pela UFSC (CAPES 5). Possui graduação em Direito pela Universidade Tuiuti do Paraná (2013).

Downloads

Publicado

2016-05-15

Edição

Seção

IX CBA 2. Estratégias de Desenvolvimento Socioeconômico.