Biomassa microbiana e matéria orgânica leve em Latossolos sob cultivos com cafeeiros agroflorestais de agricultores familiares

Autores

  • GABRIEL PINTO GUIMARAES
  • RENATO RIBEIRO PASSOS Professor do Departamento de Produção Vegetal, CCA-UFES
  • FELIPE VAZ ANDRADE Professor do Departamento de Produção Vegetal, CCA-UFES
  • EDUARDO DE SA MENDONCA Professor do Departamento de Produção Vegetal, CCA-UFES

Resumo

A pesquisa teve por objetivo avaliar o efeito de sistemas de produção de cafeeiros sobre os teores de carbono da biomassa microbiana (CBM) e a matéria orgânica leve (MOL) em duas propriedades rurais de agricultores familiares na região montanhosa do Caparaó, Espírito Santo. Na propriedade 1 foram avaliados os sistemas mata secundária (Ms1), café orgânico (Org1) e café convencional (Con1). Na propriedade 2 foram avaliados os sistemas mata secundária (Ms2), café orgânico + ingá (Org In2), café orgânico + ingá + leucena (Org IL2), café orgânico + cedro (Org Ce2) e café convencional (Con2). As amostras de solo foram coletadas nas profundidades 0-0,1, 0,1-0,2 e 0,2-0,4 m. O impacto dos sistemas sobre os teores de CBM e MOL ocorreu na profundidade 0-0,1 m. Nesta profundidade, o Org1 e Org IL2 obtiveram aumentos no CBM de 40 e 108 % em relação ao Con1 e Con2, respectivamente. Nesta mesma profundidade, a quantidade de MOL no Org1 e Org IL2 foi 131 e 103% superior em relação ao Con1 e Con2, respectivamente. Nos sistemas orgânicos há maior ciclagem de nutrientes e proteção do solo à erosão hídrica.

Biografia do Autor

GABRIEL PINTO GUIMARAES

Doutorando no Programa de Pós-graduação em Produção Vegetal

Downloads

Publicado

2016-05-15

Edição

Seção

IX CBA 3. Sistemas de Produção Agroecológica.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)