Acessos de tomateiros resistentes a Tuta absoluta com potencial para melhoramento genético visando às agriculturas orgânica e agroecológica

Autores

  • Renata Cunha Pereira Universidade Federal de Viçosa
  • Maria Elisa de Sena Fernandes
  • Flávio Lemes Fernandes
  • Flávia Maria Alves
  • Derly José Henrique da Silva

Resumo

Tuta absoluta, popularmente conhecida por traça-do-tomateiro, é a principal praga da tomaticultura, sendo o principal método de controle o uso de inseticidas. Uma alternativa à utilização destes têm-se utilizado o melhoramento. Diante disto, o presente trabalho teve por objetivo selecionar acessos de tomateiros Solanum sp. do Banco de Germoplasma de Hortaliças da UFV (BGH-UFV) com potencial para melhoramento genético visando a resistência de T. absoluta para uso na agricultura orgânica. O experimento foi conduzido em blocos casualizados com 16 repetições. Os tratamentos foram 11 acessos (BGHs 1497, 2064, 2119, 2214, 2233, 4309, 674, 985, LA 716, PI 127826 e PI 134417) e a cultivar Santa Clara. Os acessos BGHs 4309, 985; PIs 127826 e 134417 e LA 716 apresentaram baixas densidades de minas/planta, sendo considerados como potenciais para uso em melhoramento nas agriculturas orgânica e agroecologica.

Biografia do Autor

Renata Cunha Pereira, Universidade Federal de Viçosa

Universidade Federal de Viçosa, Departamento de Agroecologia

Publicado

2016-05-15

Edição

Seção

IX CBA 3. Sistemas de Produção Agroecológica.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)