Morangos Ecológicos no Rebordo do Planalto Meridional (RS)

Autores

  • Cláudio José Bertazzo UNESP - Presidente Prudente - Doutorando

Palavras-chave:

Moranguinhos, Agroecologia, Produção Orgânica

Resumo

Os agricultores familiares – AF – da Cooperativa ECOMORANGO orientam-se pelos princípios da agroecologia. A agricultura ecológica representa para eles a garantia de sustentabilidade dos agroecossistemas e é uma afirmação para o seu desenvolvimento socioeconômico. Eles cultivam em terras próprias, com mão-de-obra familiar. O cultivo de morango não é inferior a 0,6 ha e representa o principal produto agrícola das famílias. Além deste, produzem outros sessenta diferentes produtos. Também são comuns os pomares de citros e de videiras, cuja diversificação de produção garante renda durante todo o ano. As hortaliças são fundamentais para a complementação da renda. A produção do grupo é organizada de modo a não gerar excesso de oferta e provocar a queda do preço do produto, diminuindo a renda do produtor. Estes produtores também fabricam artesanalmente geléias, doces, compotas, pães, biscoitos e cucas, aproveitando as matérias-primas próprias e as que adquirem de produção orgânica certificada.

Biografia do Autor

Cláudio José Bertazzo, UNESP - Presidente Prudente - Doutorando

Bacharel, Licenciado e Mestre em Geografia pela UFRGS. Doutorando em Geografia pela UNESP de Presidente Prudente. Prefessor de Geografia. Realiza pesquisas em agriculturas ecológicas no Vale do Rio Caí (RS).

Downloads

Publicado

2009-12-31

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)