Manejo Alimentar na Larvicultura do Jundiá (Rhamdia voulezi)

Autores

  • Odair Diemer Afonso Diemer e Ilse Diemer
  • Juliana Taborda
  • Dacley Hertes Neu
  • Cesar Sary
  • Aldi Feiden
  • Wilson Rogério Boscolo

Palavras-chave:

Artemia, nutrição, peixe nativo, rio Iguaçu.

Resumo

O presente trabalho teve como objetivo determinar o período ideal de fornecimento de artemia na larvicultura de jundiá Rhamdia voulezi, sobre a sua sobrevivência e desempenho. O estudo foi realizado no Laboratório de Aqüicultura da Universidade Estadual do Oeste do Paraná, com quatro tratamentos e cinco repetições, os tratamentos foram constituídos através da alimentação com artemia em 5, 10, 15 e 20 dias, depois sua substituição pela ração. Foram utilizadas 200 larvas distribuídas em 20 aquários. A alimentação com artemia durante 15 dias proporcionou os melhores resultados de ganho de peso, comprimento final e sobrevivência.

Biografia do Autor

Odair Diemer, Afonso Diemer e Ilse Diemer

Engenheiro de Pesca formado na Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Atualmente é Mestrando em Zootecnia na área de nutrição e alimentação animal, sendo também Pesquisador do Instituto Água Viva de Pesquisa e Extensão. Tem experiência na área de Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca, nas áreas de nutrição de organismos aquáticos, reprodução, larvicultura e Limnologia.

Downloads

Publicado

2009-12-31

Edição

Seção

3. VI CBA e II CLAA - Agroecossistemas/Produção animal