Produção de Biomassa em Mudas de Copaíba Produzidas em Diferentes Substratos, Recipientes e Níveis de Luminosidade

Autores

  • Tiago Reis Dutra UFVJM
  • Paulo Henrique Grazziotti UFVJM
  • Reynaldo Campos Santana UFVJM
  • Marília Dutra Massad UFVJM
  • Fábio Luiz de Oliveira UFVJM

Palavras-chave:

produção de mudas, vermicomposto, Copaifera langsdorfii Desf.

Resumo

O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de diferentes substratos, recipientes e níveis de luminosidade na produção de biomassa de mudas de copaíba em condições de viveiro. O experimento foi conduzido por 130 dias, em delineamento experimental blocos casualizados com três repetições, no esquema fatorial 5 x 2 x 4, sendo estudado o efeito de cinco substratos, dois recipientes e quatro níveis de luminosidade. A espécie apresentou boa plasticidade de desenvolvimento em condições de baixa luminosidade. O tubete de 110 cm3 apresentou-se superior ao de 280 cm3 quanto à produção de matéria seca de raiz. A adoção de substratos com boa capacidade de drenagem e aeração deve ser preferida.

Biografia do Autor

Tiago Reis Dutra, UFVJM

Graduação em Engenharia Florestal pela Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (2007). Atualmente sou mestrando em Produção Vegetal da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri.

Paulo Henrique Grazziotti, UFVJM

Possui graduação em Agronomia pela Universidade Federal do Espírito Santo (1990) , mestrado em Microbiologia Agrícola pela Universidade Federal de Viçosa (1994) e doutorado em Agronomia (Solos e Nutrição de Plantas) pela Universidade Federal de Lavras (1999) . Atualmente é Professor Adjunto II da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri. Tem experiência na área de Agronomia , com ênfase em Ciência do Solo. Atuando principalmente nos seguintes temas: Clones de eucalipto, Micorriza, Interação Solos - Micorriza.

Reynaldo Campos Santana, UFVJM

Possui graduação em Engenharia Florestal pela Universidade Federal de Viçosa (1990), Solos e Nutrição de Plantas pela Universidade Federal de Viçosa (1993) e doutorado em Solos e Nutrição de Plantas pela Universidade Federal de Viçosa (2000) com tese desenvolvida na Universidade da Flórida (USA). Atualmente é professor adjunto da Unversidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri-UFVJM. Foi Coordenador do Curso de Engenharia Florestal da UFVJM (2007-2008) e Coordenador de Curso de Graduação em Engenharia Ambiental da FAESA-ES (2003-2005). Atuou também na área de Desenvolvimento de Projetos Institucionais da Faesa. Na área Técnica trabalhou nas Empresas Florestais do grupo Duratex e Suzano principalmente com Nutriçao e Fertilização Florestal e Silvicultura.

Marília Dutra Massad, UFVJM

Possui graduação em Agronomia pela Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (2008). Atualmente é Estudante de mestrado em Produção Vegetal da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri.

Fábio Luiz de Oliveira, UFVJM

Graduado em Licenciatura em Ciências Agrícolas pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (1998), mestrado em Fitotecnia pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (2001) e doutorado em Fitotecnia pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (2004). Atualmente é professor adjunto da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri. Tem experiência na área de Agronomia, com ênfase em Fitotecnia, atuando principalmente nos temas em agroecologia: adubação verde, manejo orgânico e arranjos culturais.

Downloads

Publicado

2009-12-31

Edição

Seção

1. VI CBA e II CLAA - Agroecossistemas/ Produção Vegetal

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>