IMPLANTAÇÃO DE SISTEMAS AGROFLORESTAIS, PRIORIZANDO A PRODUÇÃO DE FRUTÍFERAS NO ASSENTAMENTO 16 DE MAIO

Autores

  • Luiz Carlos Hartmann MST
  • Valter Roberto Schaffrath Instituto Federal do Paraná
  • Carlos Armenio Kathounian ESALQ/USP
  • Otávio Bezerra Sampaio IFPR

Palavras-chave:

Agroflorestas, agroecologia, fruticultura, camponês

Resumo

Este trabalho tem como objetivo caracterizar a produção de frutíferas no Assentamento 16 de maio, discutindo e argumentando fundamentos para a implantação de sistemas agroflorestais, valorizando o conhecimento local, aprofundando estudo sobre as principais práticas de manejo e a importância deste para o desenvolvimento produtivo, econômico e social das famílias assentadas, assim como argumentar os aspectos norteadores para uma agricultura sustentável. Dessa forma, agregando conhecimentos locais construídos ao longo dos anos, interagindo com saberes científicos, com o objetivo de enriquecer e qualificar práticas produtivas e culturais. Assim, abordamos no trabalho argumentações que procuram atender a necessidade de avançarmos em nossa prática agroecológica. Todos estes aspectos discutidos e aprofundados no decorrer do texto enriquecem uma proposta popular agroecológica para agricultura camponesa.

Biografia do Autor

Luiz Carlos Hartmann, MST

Filho de Agricultores familiares assentados. Técnico em Agreopecuária e Tecnólogo em Agroecologia pelo Instituto Federal do Paraná em parceria com a Escola Latino Americana de Agreocologia. Atualmente é responsável técnico por assentamentos da região Oeste Paranaense pelo programa ATER.

Valter Roberto Schaffrath, Instituto Federal do Paraná

Professor Dr do Instituto Federal do Paraná e Coordenador do Núcleo de Agroecologia do Instituto. Atua na área de fisiologia Vegetal e Fruticultura Agroecológica.

Downloads

Publicado

2009-12-31

Edição

Seção

1. VI CBA e II CLAA - Agroecossistemas/ Produção Vegetal