Fertilidade dos Solos em Propriedades Familiares na Comunidade Água Boa 2 em Rio Pardo de Minas (MG): Relação com o Manejo e Práticas Agroecológicas

Autores

  • Sueli Gomes Fernandes ICA/UFMG
  • Cynthia Torres de Toledo Machado Embrapa Cerrados
  • João Roberto Correia Embrapa Cerrados
  • Luiz Arnaldo Fernandes ICA/UFMG
  • Marina de Fátima Vilela Embrapa Cerrados

Palavras-chave:

atributos do solo, agricultores familiares, percepção do agricultor.

Resumo

Propriedades agrícolas da Comunidade Água Boa 2 em Rio Pardo de Minas (MG) foram caracterizadas quanto aos aspectos químicos, físicos e pela ocorrência de fungos micorrízicos arbusculares em seus solos. Nestas propriedades, a diversificação das atividades produtivas, bem como as espécies cultivadas variam entre os agricultores, sendo que todos plantam as culturas tradicionais milho, feijão e mandioca e possuem em seus quintais pequenas hortas e árvores frutíferas. O manejo dado aos subsistemas mostrou estreita relação com algumas características do solo, como a granulometria grosseira e posição na paisagem. A fertilidade das áreas, de maneira geral, apresentou-se baixa e as maiores deficiências foram observadas para fósforo, zinco e matéria orgânica. A ocorrência de fungos micorrízicos arbusculares relacionou-se com a diversidade de culturas hospedeiras e com a alta adaptação de alguns gêneros às condições de baixa fertilidade.

Biografia do Autor

Sueli Gomes Fernandes, ICA/UFMG

Formação em Agronomia pelo instituto de Ciências Agrárias da Universidade Federal de Minas gerais, concluído em janeiro de 2009, curso de mestrado na mesma instituição, em Ciências agrárias, com área de concentração em Agroecologia, a ser concluído em janeiro de 2011.

Downloads

Publicado

2009-12-31

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>