Agrofloresta e o Resgate da Biodiversidade: Uma Experiência de Transição Agroecológica no Agreste Pernambucano

Autores

  • Thainá Catillo Salin
  • Eliane Conceição Rojas Andrade
  • Jorge Luiz Schirmer de Mattos

Palavras-chave:

agroecologia, sistemas produtivos sustentáveis, agricultura familiar

Resumo

Esta experiência refere-se aos três anos iniciais de implantação de um Sistema Agroflorestal (SAF) conduzido por um jovem agricultor e sua família em Bom Jardim - PE. O município está inserido no agreste pernambucano, e tem na agricultura sua principal atividade econômica. Os modelos convencionais praticados na região, não tem sido capazes de promover a melhoria da qualidade de vida da população rural, e estão em desconformidade com os princípios ecológicos. A prática agroflorestal, ainda nos primeiros anos, proporcionou transformações significativas no modo de vida e na relação da família com a natureza. A adoção de um modelo sustentável está devolvendo biodiversidade ao sistema, promovendo manutenção do equilíbrio ecológico e a conquista de uma vida mais digna.

Biografia do Autor

Thainá Catillo Salin

Engenheira Florestal, Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Ciências Florestais da UFRPE - Atuando principalmente com pesquisa em Sistemas Agroflorestais para o semi-árido nordestino.

Eliane Conceição Rojas Andrade

Graduanda em Engenharia Florestal - UFRPE

Jorge Luiz Schirmer de Mattos

Professor Dr. do Departamento de Letras e Ciências Humanas da UFRPE. Tem experiência em Agroecologia, atuando principalmente nos seguintes temas: manejo de agroecossistemas, extensão rural, sistemas de produção e assentamentos de reforma agrária.

Downloads

Publicado

2009-12-31