A Percepção dos Agentes de Desenvolvimento em Relação à (in) Sustentabilidade do Cultivo do Fumo, no Município de Arvorezinha (RS).

Autores

  • Alessandra Troian
  • José Geraldo Wizniewsky UFSM
  • Marcelo Leonardo Eichler UFBA

Palavras-chave:

agrotóxicos, tabaco, políticas públicas, percepções de risco.

Resumo

Este artigo tem por objetivo analisar as percepções dos agentes de desenvolvimento rural, no município de Arvorezinha, quanto à produção de fumo, em relação aos aspectos sociais, econômicos e ambientais desse cultivar. Nesse sentido, utilizando questionários semi-estruturados, participaram da pesquisa cinco agentes de desenvolvimento do município. Na análise das repostas, observou-se que os agentes salientam, entre outros, a renda proporcionada pela atividade, a grande quantidade de agrotóxicos utilizados, a dependência das fumageiras e a difícil mudança de atividade. Esses dados são importantes no sentido de conferir um quadro na busca por alternativas que proporcionem o desenvolvimento local, através da criação de alternativas que procurem ser sustentáveis e endógenas.

Biografia do Autor

José Geraldo Wizniewsky, UFSM

Professor da UFSM

Marcelo Leonardo Eichler, UFBA

Professor da UFBA.

Downloads

Publicado

2009-12-31

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 > >>