Controle da Pinta Preta em Tomateiro com Soluções Homeopáticas de Propolis

Autores

  • Marcia Vargas Toledo INSTITUTO EMATER
  • José Renato Stangarlin UNIOESTE
  • Carlos Moacir Bonato UEM

Palavras-chave:

Homeopatia

Resumo

O tomate é a segunda hortaliça consumida no Brasil e apresenta diversos problemas fitossanitários. A homeopatia tem se mostrado como potencial no controle de doenças e por utilizar soluções altamente diluídas é de baixo custo e impacto ambiental irrelevante. O presente trabalho teve como objetivo avaliar o controle da doença pinta preta em tomateiro através da pulverização de soluções homeopáticas de Propolis em 6, 12, 30 e 60CH e verificar o potencial como agente abiótico de indução de resistência. Os resultados mostraram que todas as dinamizações interferiram no desenvolvimento da doença e aos 14 dias após a inoculação do patógeno, a severidade se apresentou menor do que os controles com solução hidroalcóolica e água destilada. Isto indica o potencial de soluções homeopáticas de própolis para controle de pinta preta no tomateiro.

Biografia do Autor

Marcia Vargas Toledo, INSTITUTO EMATER

Engenheira Agrônoma, Extensionista Municipal, Especialista em Agricultura Biodinâmica, Mestranda em Produção Vegetal pela UNIOESTE, Campus de Marechal Cândido Rondon-Pr.

José Renato Stangarlin, UNIOESTE

Doutor em Fitopatologia, Professor Adjunto da Universidade Estadual do Oeste do Paraná, atuação em fitossanidade

Carlos Moacir Bonato, UEM

Doutor em Ciências Agrárias, Proffessor Adjunto da Universidade Estadual de Maringá- Paraná. Atuação em Fisiologia Vegetal com ênfase em Nutrição e Crescimento Vegetal

Downloads

Publicado

2009-12-31

Edição

Seção

1. VI CBA e II CLAA - Agroecossistemas/ Produção Vegetal

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>