UM COMPARATIVO ENTRE DOIS SISTEMAS DE PRODUÇÃO FAMILIARES NO CENTRO SUL DO PARANÁ

Autores

  • Alex Sander Carmo instituto Agronômico do Paraná
  • Dirk Claudio Ahrens Instituto Agronômico do Paraná
  • Rafael Oles Santos Instituto Agronômico do Paraná

Resumo

O presente texto procurou realizar um comparativo, baseando-se em indicadores econômicos, entre dois sistemas de produção, agroecológico e convencional, localizados no centro-sul do estado do Paraná, Brasil. Os dados utilizados foram coletados junto aos agricultores da Rede de Propriedades Familiares Agroecológicas no Centro-Sul do Paraná. Conforme análise dos resultados, constatou-se que a horta agroecológica apresentou a maior rentabilidade, R$ 11,65, configurando-se numa excelente alternativa para pequenas propriedades.

Biografia do Autor

Alex Sander Carmo, instituto Agronômico do Paraná

Economista formado pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (2006); Professor colaborador do Departamento de Economia da Universidade Estadual de Ponta Grossa; Pesquisador do Instituto Agronômico do Paraná (IAPAR).

Dirk Claudio Ahrens, Instituto Agronômico do Paraná

Dirk Claudio Ahrens possui graduação em Engenharia Agronômica pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1977), mestrado em Ciência e Tecnologia de Sementes pela Universidade Federal de Pelotas (1993) e doutorado em Agronomia (Produção Vegetal) pela Universidade Federal do Paraná (2000). Atualmente é pesquisador científico do Instituto Agronômico do Paraná, professor titular do Centro de Ensino Superior de Campos Gerais em Ponta Grossa. Tem experiência na área de Agronomia, com ênfase em Agricultura Familiar e Agroecologia, atuando principalmente nos seguintes temas: germinação, vigor, umidade, qualidade fisiológica e teor de água.

Rafael Oles Santos, Instituto Agronômico do Paraná

Engenheiro Agrônomo formado pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG)

Downloads

Publicado

2007-09-28

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>