Acúmulo de nutrientes e decomposição de resíduos vegetais de leguminosas herbáceas para uso em adubação verde nas várzeas do Tocantins

Autores

  • Fabio Luiz Oliveira Antonio Oliveira
  • Marcelo Gosch
  • Milton Parron Padovan

Resumo

Um ensaio de campo foi desenvolvido na área experimental da Escola de Canuanã – Fundação Bradesco no município de Formoso do Araguaia/TO, com o objetivo de estudar a produção de biomassa e a decomposição dos resíduos vegetais de espécies de leguminosas que podem ser utilizadas como adubos verdes no Tocantins. O delineamento experimental adotado foi o de blocos ao acaso, com quatro repetições e três tratamentos, sendo estes as espécies de leguminosas: mucuna-preta, mucuna-cinza e lab-lab. Foram avaliados a produção de fitomassa e acúmulo de nutrientes nas partes aéreas das leguminosas, e a decomposição dos resíduos vegetais. As leguminosas apresentaram razoável acúmulo de matéria seca, em torno de 3 t/ha, bom acúmulo de nutrientes em sua massa, com destaque o nitrogênio (90 kg/ha), o potássio (50 kg/ha) e o cálcio (45 kg/ha), sendo liberados em momentos distintos o que permitiria o uso das espécies nos diversos arranjos de manejo da adubação verde, aproveitando as características específicas de cada espécie, quanto ao acúmulo e liberação de nutrientes.

Biografia do Autor

Fabio Luiz Oliveira, Antonio Oliveira

Graduado em Licenciatura em Ciências Agrícolas pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (1998), mestrado em Fitotecnia pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (2001) e doutorado em Fitotecnia pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (2004). Atualmente é professor adjunto I da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri. Tem experiência na área de Agronomia, com ênfase em Fitotecnia, atuando principalmente nos temas em agroecologia: adubação verde, manejo orgânico e arranjos culturais.

Downloads

Publicado

2007-09-28

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >>