Potencial alelopático do feijão de porco (canavalia ensiformes) no desenvolvimento de alface (Lactuca sativa L.) sob diversas concentrações

Autores

  • Ricardo Adriano Felito UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO
  • Valdecir Göttert Göttert UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO
  • Ricardo Claro Ortis UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO
  • Givanildo Souza Gonçalves UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO
  • Oscar Mitsuo Yamashita UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO

Resumo

O objetivo desse trabalho foi avaliar o potencial alelopático do feijão de porco no desenvolvimento de alface. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado sendo os tratamentos constituídos por quatro concentrações do extrato aquoso, além da testemunha constituída apenas por agua destilada com quatro repetições. Os tratamentos a partir da concentração 15% (p/v) de Canavalia ensiformis apresentaram completa inibição sobre a germinação de sementes e o desenvolvimento de plântulas de alface, demonstrando alto potencial para novas pesquisas direcionadas á práticas de manejo agroecológicos.

Biografia do Autor

Ricardo Adriano Felito, UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO

Graduação em Agronomia pela Universidade do Estado de Mato Grosso Campus de Alta Floresta Mestrando Programa de Pós-graduação em Biodiversidade e Agroecossistemas Amazônicos da Universidade do Estado de Mato Grosso.- Alta Floresta.

Valdecir Göttert Göttert, UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO

Graduação em Ciências Biológicas pela Universidade do Estado de Mato Grosso Campus de Alta Floresta Mestrando Programa de Pós-graduação em Biodiversidade e Agroecossistemas Amazônicos da Universidade do Estado de Mato Grosso.- Alta Floresta.

Ricardo Claro Ortis, UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO

Graduação em Ciências Biológicas pela Universidade do Estado de Mato Grosso Campus de Alta Floresta Mestrando Programa de Pós-graduação em Biodiversidade e Agroecossistemas Amazônicos da Universidade do Estado de Mato Grosso.- Alta Floresta.

Givanildo Souza Gonçalves, UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO

Graduação Ciências Agrícolas pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso-Campus Confresa (2014 Mestrando Programa de Pós-graduação em Biodiversidade e Agroecossistemas Amazônicos da Universidade do Estado de Mato Grosso.- Alta Floresta.

Oscar Mitsuo Yamashita, UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO

Professor efetivo adjunto Doutor da Universidade do Estado de Mato Grosso e do Programa de Pós-graduação (Mestrado Acadêmico) em Biodiversidade e Agroecossistemas Amazônicos da Universidade do Estado de Mato Grosso

Referências

CORREIA, N. M. Palhadas de sorgo associadas ao herbicida imazamox no controle de plantas daninhas e no desenvolvimento da cultura da soja em sucessão. 2002. 58 f. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) – Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2002.

FERREIRA, D. F. Sisvar: a computer statistical analysis system. Ciência e Agrotecnologia, v. 35, n. 6, p. 1039-1042, 2011.

FONTANÉTTI, A.; CARVALHO,G. J. de. Potencialidades alelopáticas da mucuna-preta (Stizolobium aterrimum) e do feijão-de-porco (Canavalia ensiformes), em diferentes concentrações de matéria seca, na germinação de sementes de alface (Lactuca sativa). In: CONGRESSO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA UFLA -CICESAL,12., 1999, Lavras. Resumos... Lavras: UFLA, 1999. p. 84.

SOARES, G.L.G; VIEIRA, T. R. Inibição da germinação e do crescimento radicular de alface (cv. "Grand rapids") por extratos aquosos de cinco espécies de Gleicheniaceae. Floresta e Ambiente, Seropédica, v. 7, n. 1, p. 180-97, 2000.

MENDES, I. S., Avaliação de extratos das folhas e sementes de feijão-de-porco (Canavalia ensiformis) como bioherbicidas pós-emergentes e identificação de aleloquímicos via cromatografia líquida de alta eficiência (HPLC). Dissertação aprovada no Instituto de Química de São Carlos da Universidade de São Paulo, 74 p., 2011.

SOUZA FILHO, A.P.S.; Atividade potencialmente alelopática de extratos brutos e hidroalcoólicos de feijão-de-porco (Canavalia ensiformis). Planta Daninha, Viçosa-MG, v. 20, n. 3, p. 357-364, 2002.

Downloads

Publicado

2016-05-16

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>