Eficiência de recobrimento bio-orgânico na conservação pós-colheita de manga.

Autores

  • Andrey Araújo Santos Universidade Federal do Pará http://orcid.org/0000-0002-5191-4393
  • Alex Guimarães Sanches
  • Maryelle Barros Silva
  • Elaine Gleice Silva Moreira
  • Jaqueline Macedo Costa

Resumo

A manga é uma fruta tropical climatérica que amadurece rapidamente depois de colhida. O presente trabalho avaliou a utilização de recobrimento bio-orgânico na conservação pós-colheita de manga. Os frutos foram mergulhados em suspensões a 0, 2, 4 e 6% de cera de abelha por três minutos, secos ao ar e armazenados em temperatura ambiente. O delineamento utilizado foi o inteiramente casualizado, em esquema fatorial de 4 x 5 (tratamentos x tempo). Foram avaliados: a perda de massa fresca (%), a firmeza do fruto, cor da casca, cor do fruto e aparência. Os frutos foram avaliados aos 0, 3, 6, 9 e 12 dias. Os frutos tratados com 6% de cera de abelha reduziram a perda de água e melhoraram o aspecto visual dos frutos, e a longevidade deste tratamento foi de 12 contra 7 dias do controle.

Biografia do Autor

Andrey Araújo Santos, Universidade Federal do Pará

Discente de Engenharia Agronômica, Universidade Federal do Pará

Alex Guimarães Sanches

Engenheiro Agronomo

Maryelle Barros Silva

Engenheira Agronoma.

Elaine Gleice Silva Moreira

Engenheira Agronoma

Jaqueline Macedo Costa

Engenheiro Agronomo

Referências

AZEREDO, H. M. C. de. Películas comestíveis em frutas conservadas por métodos combinados: potencial de aplicação. Boletim do Centro de Pesquisa de Processamento de Alimentos, v.21, n.2, p.267-278, 2003.

CHITARRA, M. L. F.; Chitarra, A. B.: Pós-colheita de frutos e hortaliças - Fisiologia e Manuseio. Lavras: UFLA, 2005. 785p.

HENRIQUE, C. M.; CEREDA, M. P.; SARMENTO, S. B. S. Características físicas de filmes biodegradáveis produzidos a partir do amido modificado de mandioca. Ciência e Tecnologia de Alimentos, Campinas, v.28, n.1, p.231-240, 2008.

JUNIOR, L. S.; FONSECA, N.; PEREIRA, M. E. C. Uso de fécula de mandioca na pós-colheita de Manga Surpresa. Revista Brasileira de Fruticultura, Jaboticabal – SP, v. 29, n. 1, p. 067-071, 2007.

Downloads

Publicado

2016-05-16