Bioprotetores para fins de apoio ao processo de transição agroecológica na agricultura familiar na Região Sudeste de Mato Grosso do Sul-Brasil

Autores

  • Jaqueline Silva NASCIMENTO Universidade Federal da Grande Dourados-UFGD/Programa de Pós-Graduação em Agronegócios, Dourados, MS
  • Ana Paula SACCO Universidade Federal da Grande Dourados-UFGD/Programa de Pós-Graduação em Agronegócios, Dourados, MS
  • Madalena Maria SCHLINDWEIN Universidade Federal da Grande Dourados-UFGD/Programa de Pós-Graduação em Agronegócios, Dourados, MS
  • Gleicy Jardi BEZERRA Universidade Federal da Grande Dourados-UFGD/Programa de Pós-Graduação em Agronegócios, Dourados, MS
  • Milton Parron PADOVAN Embrapa Agropecuária Oeste/UFGD- Programas de Pós-Graduação em Agronegócios e de Biologia Geral-Bioprospecção, Dourados, MS

Palavras-chave:

Agroecologia, insumos alternativos, controle de pragas e doenças.

Resumo

Com esta pesquisa objetivou-se conhecer os tipos de bioprotetores mais demandados pelos agricultores, verificar quais atividades agrícolas desenvolvidas que demandam maior utilização de bioprotetores e identificar o nível de acessibilidade dos agricultores aos bioprotetores. A pesquisa foi realizada junto aos agricultores familiares que fazem parte do núcleo de produção de Glória de Dourados, da Associação de Produtores Orgânicos de Mato Grosso do Sul, situado na região Sudeste do estado. Foram realizadas entrevistas a partir de um roteiro semiestruturado, contento questões abertas e fechadas, após foi realizado a tabulação dos itens, construíram-se gráficos utilizando o programa de Microsoft Excel 2007. Os resultados relatam que os agricultores conhecem o extrato de fumo, a calda bordalesa, o extrato de pimenta, a folha de nim, lagarta, dipel e o biofertilizante como bioprotetores. Também elencam as principais pragas e doenças que causam maiores danos aos cultivos agrícolas são o pulgão, a lagarta, ferrugem, cochonilha, murcha bacteriana, vaquinha, formiga, bicho-mineiro, mosca-branca e tripes. E para o controle dos mesmos utilizam a calda de fumo, dipel, óleo de nim, extrato de pimenta, calda sulfocálcica e biofertilizante.

Downloads

Publicado

2015-02-22

Edição

Seção

AGROECOL2014 - Trabalhos técnico-científicos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

<< < 9 10 11 12 13 14