Estoque de Carbono no componente arbustivo-arbóreo em sistemas de restauração ambiental na Região Sudeste do Estado de Mato Grosso do Sul, Brasil

Autores

  • Sergilaine Matos Matos SILVA
  • Shaline Séfara Lopes Séfara Lopes FERNANDES Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul
  • Marcelo BRITO Faculdades Anhanguera Dourados, MS
  • Leandro Flávio CARNEIRO Universidade Federal de Goiás
  • Zefa Valdivina PEREIRA
  • Milton Parron PADOVAN Agropecuária Oeste, Dourados, MS,

Palavras-chave:

serviços ambientais, sistemas agroflorestais, reflorestamento heterogêneo

Resumo

O objetivo deste estudo foi quantificar através de método indireto o estoque de Carbono (C) no componente arbustivo-arbóreo em sistemas de restauração ambiental. As avaliações foram realizadas em 2012 na região Sudeste de Mato Grosso do Sul, Brasil. Fizeram parte do estudo um sistema agroflorestal diversificado (SAF), uma área de reflorestamento e, como testemunha, um fragmento de vegetação nativa. Foram inventariados 1680, 2100 e 3750 indivíduos ha-1, respectivamente, no SAF, reflorestamento e fragmento de vegetação nativa. O estoque total de C estimado foi de 50,99 Mg ha-1, 14,61 Mg ha-1 e 8,13 Mg ha-1 no fragmento de vegetação nativa, no reflorestamento e no SAF, respectivamente, sendo que a vegetação nativa destacou-se na estocagem de C na biomassa vegetal em relação aos sistemas de restauração

Biografia do Autor

Sergilaine Matos Matos SILVA

Secretaria de Estado de Educação, Dourados, MS

Zefa Valdivina PEREIRA

Universidade Federal da Grande Dourados, Embrapa

Downloads

Publicado

2015-02-22

Edição

Seção

AGROECOL2014 - Trabalhos técnico-científicos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >>