Desempenho agronômico de grupos de cultivares de alface sistema orgânico no Distrito Federal

Autores

  • Francisco Vilela Resende Embrapa Hortaliças
  • Francisco José DOMINGUES NETO Universidade de Marilia - UNIMAR
  • Geanny Pereira de Pinho SILVA Unversidade de Brasília - UnB
  • Tiago dos Santos Pereira Universidade de Brasilia - UnB
  • Mariane Carvalho Vidal Embrapa Hortaliças

Palavras-chave:

Lactuca sativa L, agroecologia, avaliação de germoplasma, produtividade

Resumo

Este trabalho teve com objetivo avaliar o desempenho agronômico de cultivares de alface crespa, lisa e americana, cultivadas em sistema orgânico. O experimento foi realizado na Embrapa Hortaliças, Brasília, DF, em delineamento de blocos casualizados. Foram avaliadas cultivares de alface do tipo crespa (Vanda, Cioba e Verônica), lisa (Vitória, Livia, Babá de verão e Regina) e americana ((Angelina, Irene e Grandes Lagos). As cultivares de alface do grupo americana são mais produtivas do que as do tipo crespa e lisa em sistema orgânico de produção e se destacam também com maior maior massa média e diâmetro de cabeça. A cultivar Grandes lagos foi a mais produtiva dentre todos os materiais avaliados. .Angelina (americana), Cioba (crespa), ‘Babá de Verão’ e Livia (lisa), apresentaram o menor comprimento de caule, sendo, portanto as cultivares com maior resistência ao pendoamento precoce em seus respectivos grupos. O grupo lisa teve as cultivares maior número de folhas por planta, destacando a cultivar Regina, seguida de Vitória e Babá de Verão.

Biografia do Autor

Francisco Vilela Resende, Embrapa Hortaliças

Pesquisador Sistemas de Produção Embrapa Hortaliças Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) Brasília/DF

Downloads

Publicado

2014-12-09

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>