População de microrganismos solubilizadores de fosfato de cálcio na rizosfera de milho transgênico e crioulo, cultivados com solo de agroecossistemas em Urutaí, GO

Autores

  • Gabriel Moreira Duarte Instituto Federal Goiano- Câmpus Urutaí
  • Maria Gabriela Almeida Ceribeli Instituto Federal Goiano- Câmpus Rio Verde
  • Adriana Moreira Cardoso Instituto Federal Goiano- Câmpus Urutaí
  • Milton Sérgio Dornelles Instituto Federal Goiano- Câmpus Urutaí
  • Edson Luiz Souchie Instituto Federal Goiano- Câmpus Rio Verde

Palavras-chave:

Promoção do crescimento vegetal, Mineralização, Fósforo.

Resumo

Os microrganismos solubilizadores de fosfatos (MSF) inorgânicos desempenham importante papel no suprimento de fósforo (P) às plantas. Este fato tem despertado a atenção para seu uso como inoculante comercial ou no manejo de suas populações, para maximizar a utilização do P existente no solo ou do adicionado como fertilizante. Com este trabalho, objetivou-se avaliar a população de MSF de cálcio na rizosfera de milho transgênico e crioulo, cultivados em solos de diferentes agroecossistemas‏. A pesquisa foi conduzida nos Câmpus Urutaí e Câmpus Rio Verde do IF Goiano. As plantas de milho tiveram um maior crescimento em solo coletado de área sob manejo agroecológico. De modo geral, foi detectada maior densidade de bactérias do que de fungos na rizosfera de ambos os híbridos de milho, cultivados em solos de distintos agroecossistemas.

Biografia do Autor

Gabriel Moreira Duarte, Instituto Federal Goiano- Câmpus Urutaí

Cursando 5° Período de Bacharelado em Agronomia pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano – Campus Urutaí. Atualmente é Diretor Presidente da Agrocerrado- Empresa Júnior de Ciências Agrárias, Bolsista do Programa Institucional de Iniciação Científica (PIBIC/ Instituto Federal Goiano- Campus Urutaí), Coordenador de Pesquisa do Núcleo de Estudos e Pesquisa em Agroecologia (NEPA) . Participou do Programa de Monitoria do Instituto Federal Goiano- Campus Urutaí, como voluntário da disciplina de Estatística Básica e Probabilidade. Cadastrado no Diretório dos Grupos de Pesquisa do Brasil nos grupos: "Integração Agricultura-Pecuária no Cerrado" e "Núcleo de Pesquisas em Ciências Ambientais e Biológicas". Atualmente desenvolve projetos da área de conhecimento da Ciências Agrarias, sub- Área- Agronomia/Fitotecnia/Entomologia/Agroecologia.

Maria Gabriela Almeida Ceribeli, Instituto Federal Goiano- Câmpus Rio Verde

Atualmente é discente do Curso Agronomia e Bolsista de Iniciação Científica (Pibic/CNPq), na área de Microbiologia Agrícola no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano - Campus Rio Verde.

Adriana Moreira Cardoso, Instituto Federal Goiano- Câmpus Urutaí

Possui graduação em Agronomia pela Universidade Federal de Goiás (2013). Tem experiência na área de Agronomia, com ênfase em Agronomia. Atualmente vem atuando como Bolsista do CNPq (Modalidade DTI - C) vinculada ao Projeto intitulado "Proposta do Instituto Federal Goiano Câmpus Urutaí, sob a tutela do Núcleo de Estudos e Pesquisa em Agroecologia para o Desenvolvimento da Agricultura Orgânica no Estado de Goiás" sob a Coordenação do Prof. Dr. Milton Sérgio Dornelles, atuando principalmente nos seguintes temas: desenvolvimento de tecnologias de processos e de produtos de biofertilizantes líquidos e fertilizantes organominerais, compostagem e vermicompostagem de resíduos de orgânicos, adubação verde, manejo e tratos culturais de culturas anuais, forrageiras e hortaliças em sistema orgânico de produção.

Milton Sérgio Dornelles, Instituto Federal Goiano- Câmpus Urutaí

Possui graduação em Engenharia Agronômica pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (1998), Mestrado e Doutorado em Produção Vegetal pela Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (2005). Atualmente é professor efetivo do Instituto Federal Goiano - Campus Urutaí. É Coordenador desde 2010 do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Agroecologia (NEPA). Atualmente é Coordenador Geral do Projeto em Rede CVT em Agroecologia (Edital 81/2013 CNPq). É revisor dos periódicos: Revista Ciência Agronômica (UFC) e Bioscience Journal (UFU). Atua como avaliador do INEP/MEC em cursos superiores de tecnologia e de bacharelado desde 2007. Tem experiência na área de Agronomia/ Fitotecnia (Nutrição de Plantas e Fertilidade do Solo) e agroecologia/Agricultura Orgânica, atuando principalmente nos seguintes temas: desenvolvimento de tecnologias de processos e de produtos de biofertilizantes líquidos e fertilizantes organominerais, compostagem e vermicompostagem de resíduos de orgânicos, adubação verde, manejo e tratos culturais de culturas anuais, forrageiras e hortaliças em sistema orgânico de produção.

Edson Luiz Souchie, Instituto Federal Goiano- Câmpus Rio Verde

possui graduação em Licenciatura em Ciências Agrícolas pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), Agronomia pela Universidade Federal de Goiás (UFG), mestrado em Fitotecnia pela UFRRJ e doutorado sanduíche em Agronomia - Ciência do Solo pela UFRRJ / Estación Experimental del Zaidín, Granada, Espanha. Atualmente é professor do quadro permanente do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano - Câmpus Rio Verde. Tem experiência na área de Agronomia, com ênfase em Microbiologia Agrícola, atuando principalmente na temática de inoculantes microbianos (PGPR, diazotróficos, microrganismos solubilizadores de fosfato e fungos micorrízicos arbusculares), para maximizar a nutrição e produtividade de espécies vegetais de interesse agronômico e florestal.

Downloads

Publicado

2014-12-09

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)