Política nacional de agroecologia e produção orgânica: entre a abordagem agroecológica e a construção de uma política pública

Autores

  • Jefferson Duarte Brandão Universidade Federal da Integração Latino-Americana
  • Joel Emilio Ayala Baruja Universidade Federal da Integração Latino-Americana
  • Willian Dellai Universidade Federal da Integração Latino-Americana

Palavras-chave:

Agroecologia, produção Orgânica, políticas públicas

Resumo

A partir dos anos de 1970 ganharam força as criticas direcionadas aos modelos de pesquisa e desenvolvimento baseados numa visão mecânica do mundo e dos seus processos naturais evidenciando os limites do “progresso” técnico e científico vistos sob uma ótica unilateral aos quais muitas sociedades tomarão como padrão. A aplicação de tais preceitos ao espaço agrário acabou por conduzir processos de desestabilização acompanhados por abordagens criticas que redefiniriam a forma de pensar e atuar sobre o rural. Diante deste contexto é que se desenvolveu o presente trabalho cuja principal proposta foi fomentar a discussão em torno da Agroecologia como paradigma científico e referencial teórico e metodológico para a constituição da Política Nacional de Agroecologia e Produção Orgânica - PNAPO. Para realizar o trabalho foram realizados levantamentos bibliográficos, análise do Decreto presidencial que instituiu a PNAPO e Observação participante não planejada em uma série de eventos sobre o tema, ocorridos ao longo do ano de 2013. Ao final do trabalho foram analisadas diferentes leituras sobre a elaboração da PNAPO, bem como o desafio da efetivação da mesma, uma vez que ela se apresenta em fase de implantação.

Biografia do Autor

Jefferson Duarte Brandão, Universidade Federal da Integração Latino-Americana

Técnico em agropecuária, estudante de Desenvolvimento Rural e Segurança Alimentar - UNILA, filiado a ABA-agroecologia.

Downloads

Publicado

2014-06-21

Edição

Seção

I Congresso Paranaense de Agroecologia - Relatos de Experiências