14708 - Estilos de avicultura: uma estratégia de resistência da condição camponesa

Autores

  • Marcia Neves Guelber Sales Instituto Capixaba de Pesquisa Assistência Técnica e Extensão Rural - Incaper
  • Marta Soler Montiel Universidad de Sevilla
  • Eduardo Sevilla Guzmán Universidad de Córdoba

Palavras-chave:

avicultura agroecológica, galinha caipira, pequena escala, produção animal, agricultura familiar

Resumo

Este trabalho analisa a complexidade e a diversidade da avicultura familiar através do enfoque teórico e metodológico da Agroecologia. Foram analisados 65 casos empíricos no Estado do Espírito Santo. Os dados oficiais indicaram que apenas 35% das unidades familiares criavam galinhas, evidenciando o risco de desaparecimento desta avicultura. Os tipos identificados foram o caipira tradicional (46%), o caipira comercial (37%) e o orgânico (17%). A avicultura com duplo propósito e a pequena escala predominou entre os estilos de manejo. Independentes do tipo havia estilos mais próximos aos sistemas tradicionais e agroecológicos e estilos com características mais modernas e empresariais. Os sistemas onde a racionalidade econômica e ecológica camponesa prevalecia mostraram-se mais rentáveis, eficientes e resilientes que aqueles que se inspiravam na avicultura industrial.

Biografia do Autor

Marcia Neves Guelber Sales, Instituto Capixaba de Pesquisa Assistência Técnica e Extensão Rural - Incaper

Agente de Pesquisa e Inovação em Agroecologia e Avicultura Agroecológica - Centro Regional de Desenvolvimento Rural Centro Norte

Marta Soler Montiel, Universidad de Sevilla

Economía Aplicada II

Eduardo Sevilla Guzmán, Universidad de Córdoba

Instituto de Sociología y Estudios Campesinos - ISEC

Downloads

Publicado

2013-12-22

Edição

Seção

VIII CBA-Agroecologia - Manejo de Agroecossistemas Sustentáveis/Produção animal

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)