13827 - A gestão coletiva da produção orgânica e comercialização de hortaliças, frutas e plantas medicinais em assentamentos da região metropolitana de Porto Alegre/RS.

Autores

  • Fernanda Queiroz MIranda Universidade Federal de Santa Maria
  • Sandra Rodrigues Cooperativa de Prestação de Serviços Técnicos Ltda. - COPTEC.

Palavras-chave:

coletivos, assentamentos, reforma agrária.

Resumo

A produção de hortaliças orgânicas nos assentamentos de Reforma Agrária na região metropolitana iniciou no final de década de noventa com 10 famílias que iniciaram impulsionadas pelas possibilidades de mercado. O grupo gestor constituído em 2008, conta atualmente com cerca de 80 famílias organizadas em grupos de produção, associações e cooperativas, em uma área total de 60 hectares de hortas, pomares e hortos medicinais, são 10 assentamentos dos municípios de Viamão, Eldorado do Sul, Guaíba e Nova Santa Rita. O grupo visa o desenvolvimento e a consolidação social, política e econômica e o melhoramento da direção e da gestão dos grupos de famílias envolvidas na produção e comercialização. O principal objetivo do grupo é organizar a produção e comercialização de hortaliças, frutas e plantas medicinais através da troca de experiências entre famílias, dos planejamentos e avaliações e da resolução coletiva de problemas comuns.

Biografia do Autor

Fernanda Queiroz MIranda, Universidade Federal de Santa Maria

Assessora Técnica Pedagógica do Programa de ATES (UFSM/INCRA). Mestre em Agroecossitemas - UFSC. Estudante do curso de Especialização em Agricultura familiar e camponesa e Educação do Campo - UFSM.

Downloads

Publicado

2013-11-12

Edição

Seção

VIII CBA-Agroecologia / Relatos de Experiências