12244 - Avaliação de área de caatinga degradada no sertão paraibano

Autores

  • Eliezer da Cunha Siqueira IFPB CAMPUS SOUSA
  • Semirames do Nascimento Silva Graduanda em Tecnologia em Agroecologia-IFPB Campus Sousa
  • Cecilia da Silva Santos Graduanda Tecnologia em Agroecologia - IFPB Campus Sousa
  • Paulo Alves Wanderley Docente IFPB CAMPUS Sousa

Palavras-chave:

Biomas, Plantas, Semiárido

Resumo

O Nordeste é uma região abençoada por Deus, cheia de belezas e riquezas naturais. Tem diversos ecossistemas, onde se encontram plantas, animais e minerais especiais, que oferecem uma imensa diversidade de produtos para o ser humano. Dentre os biomas brasileiros, a Caatinga é provavelmente, o mais desvalorizado e mal conhecido botanicamente. Esta situação é decorrente de uma crença injustificada, e que não deve ser mais aceita. A Caatinga contém uma grande variedade de tipos vegetacionais, com elevado número de espécies e também remanescentes de vegetação ainda bem preservada, que incluem um número expressivo de táxons raros e endêmicos. Este estudo foi desenvolvido com o objetivo de avaliar e identificar a flora nativa de uma determinada área de Caatinga degradada, no sertão paraibano, tendo em vista a grande importância e o grande potencial que a vegetação nativa da Caatinga representa para o Semiárido Nordestino. O trabalho foi desenvolvido no Sitio Ferrão, localizado na zona rural da cidade de São José dos Espinharas no sertão da Paraíba. A área avaliada foi dividida, ao acaso, em quatro pequenas subáreas de 100 m2 (10m x 10m). Com o levantamento e avaliação das subáreas, observou-se que, apesar do estado de degradação, a área em estudo possui várias plantas em situação de vulnerabilidade ou em perigo de extinção. Conclui-se que é de grande importância fazer avaliações dos ecossistemas, em especial a Caatinga que possui grande importância e potencial para o Semiárido Nordestino. Assim, estabelecer contribuições para a preservação e recuperação da vegetação nativa de áreas devastadas.

Biografia do Autor

Eliezer da Cunha Siqueira, IFPB CAMPUS SOUSA

Engenheiro Agronomo, Dsc em Irrigação e Drenagem pela UFCG. Profº do Curso Tecnologia em Agroecologia; Técnico em Agropecuária e Técnico em Meio Ambiente.

Downloads

Publicado

2011-12-23

Edição

Seção

VII CBA - 4. Agroecologia e os Biomas brasileiros

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>