11563 - Avaliação de cultivares de morangueiro de diferentes procedências de mudas em sistema de produção de base ecológica

Autores

  • Jose Ernani SCHWENGBER EMBRAPA CLIMA TEMPERADO
  • Diego Rosa da SILVA Universidade Federal de Pelotas
  • Maristela WATTHIER Universidade Federal de Pelotas
  • Denise de Souza MARTINS Universidade Federal de Pelotas
  • Luis Eduardo C. ANTUNES Embrapa Clima Temperado

Palavras-chave:

Fragaria, Agroecologia, produção orgânica

Resumo

A quase totalidade das mudas de morangueiro utilizadas, tanto nos sistemas convencionais como os de base ecológica, pela completa falta de cultivares e mudas nacionais, vem sendo importadas tanto do Chile como da Argentina. Assim, o estudo quanto a procedência das mudas é aspecto importante para que se garanta a produção, bem como se evite a introdução de doenças ou insetos. O presente estudo teve por objetivo avaliar o desempenho produtivo de cultivares de morangueiro com mudas procedentes do Chile, Argentina e Brasil, em sistema de produção de base ecológica. Houve diferenças significativas tanto entre os cultivares com mesma procedência das mudas, bem como entre os mesmos cultivares de diferentes países de procedência, em termos de produtividade e de qualidade das frutas. O cultivar Camarosa ainda se apresenta, juntamente com o cultivar Aromas, como boa alternativa para o sistema de produção de base ecológica.

Biografia do Autor

Jose Ernani SCHWENGBER, EMBRAPA CLIMA TEMPERADO

Pesquisador Embrapa Clima Temperado - Estação Experimental Cascata

Diego Rosa da SILVA, Universidade Federal de Pelotas

Estudante de Agronomia

Maristela WATTHIER, Universidade Federal de Pelotas

Estudante de Agronomia

Denise de Souza MARTINS, Universidade Federal de Pelotas

Doutoranda SPAF

Luis Eduardo C. ANTUNES, Embrapa Clima Temperado

Pesqisador

Downloads

Publicado

2011-12-04

Edição

Seção

VII CBA - 1. Conhecimento, tecnologias sustentáveis e políticas públicas

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 4 > >>