11085 - Influência de actinomicetos inoculados a composto orgânico de Crotalária juncea sob o crescimento e produção de biomassa de erva-cidreira [Lippia alba (Mill) N.E.Br.]

Autores

  • Erasto Viana Silva Gama Universidade Federal do Recôncavo da Bahia
  • Franceli da Silva Universidade Federal do Recôncavo da Bahia
  • Marlon da Silva Garrido Universidade Federal do Vale do São Francisco
  • Cristiano Oliveira do Carmo Universidade Federal do Recôncavo da Bahia
  • Carla Teresa dos Santos Marques Universidade Federal do Recôncavo da Bahia
  • Ana Cristina Fermino Soares Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

Palavras-chave:

erva-cidreira, estreptomicetos, compostagem, plantas medicinais

Resumo

A Lippia alba (Mill) N.E.Br. é uma espécie medicinal com propriedades analgésicas, antiespasmódicas, calmantes, sedativas e citostáticas. O objetivo deste trabalho foi avaliar o crescimento e produção de biomassa de L. alba em resposta a inoculação de actinomicetos no composto orgânico usado na adubação. Os tratamentos foram compostos orgânicos de Crotalária juncea: CR SI – composto sem inoculação; CR AC16 – composto inoculado com o isolado AC16; CR AC26 – composto com o isolado AC26; CR AC92 – composto com o isolado AC92 e CR AC103 – composto com o isolado AC103. As avaliações de foram realizadas aos 75 e 165 dias após o transplantio. O diâmetro do caule, a biomassa seca de folhas, caule e total não foram influenciados pela inoculação do composto, assim como a altura da planta e biomassa seca da parte aérea na 1ª colheita. Na segunda colheita os tratamentos CR AC16, CR AC26 e CR AC103 favoreceram a altura da planta em relação ao CR SI, obtendo plantas 8,5, 13,8 e 15,9 % maiores, respectivamente e o tratamento CR AC26 possibilitou um incremento na biomassa da parte aérea produzida de 23,16%, em relação ao CR SI.

Biografia do Autor

Erasto Viana Silva Gama, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

Engenheiro Agrônomo (2007) e Mestre em Ciências Agrárias (2011) e Doutorando pela Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - UFRB. Atualmente é Bolsista de Extensão no País do CNPq - Nível B. Atua na elaboração, planejamento e execução de projetos de desenvolvimento rural sustentável e tem experiência em Agroecologia, Agricultura Familiar, ATER, Sistemas Agroflorestais, Adubação Orgânica e Plantas Medicinais.

Franceli da Silva, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

Graduada em Engenharia Agrônomica pela Universidade Federal de Viçosa - UFV(1998), Mestrado em Fitotecnia (Produção Vegetal) pela Universidade Federal de Viçosa - UFV (2000) e Doutorado em Engenharia Agrícola (Tecnologia de Produção Agrícola) pela Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP (2005). Atualmente é professora Adjunto II na Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - UFRB. Bolsista em Produtividade em Desenvolvimento Tecnológico e Extensão Inovadora/CNPq. Atua na área de Agronomia, com ênfase em Agroecologia, Plantas Medicinais Condimentares Aromáticas e Homeopatia, atuando principalmente nos seguintes temas: agroecologia, cultivo orgânico, plantas medicinais, secagem, produção vegetal, pós-colheita, óleos essenciais, atividade antimicrobiana, desenvolvimento de cadeias produtivas e utilização de resíduos orgânicos.

Marlon da Silva Garrido, Universidade Federal do Vale do São Francisco

Possui graduação em Engenharia Agronômica pela Universidade Federal da Bahia (2003), especialista em gestão e manejo ambiental em sistemas agrícolas pela Universidade Federal de Lavras (2006), mestrado em Ciências Agrárias pela Universidade Federal da Bahia (2005), Doutor em Aplicação de isótopos na agricultura e meio ambiente - Fertilidade do solo, pela Universidade Federal de Pernambuco (2009) e Pós doutorado em Agroecologia com ênfase em adubação orgânica, pela Universidade Federal do Reconcavo da Bahia. É professor adjunto I da Universidade Federal do Vale do São Francisco. Atua na area de Experimentação Agricola, Bioestatística e Estatistica Básica em nível de graduação, e faz parte do quadro permanente de professores da Pós- graduação: Mestrado em Engenharia Agrícola da UNIVASF. Tem experiência na área de Agroecologia, atuando principalmente nos seguintes temas: Adubação orgânica, sistemas de produção agroecologicos, sistemas agroflorestais, cultivos consorciados, adubação verde, dinâmica de nutrientes e atividades microbianas em agroecossistemas. Também desenvolve trabalhos com enriquecimento de estercos, compostos orgânicos e materiais vegetais com isótopos estáveis.

Carla Teresa dos Santos Marques, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

Engenheira Agrônoma (2008) e mestre em Ciências Agrárias (2011) pela Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), é integrante do Centro de Desenvolvimento Sustentável e Agroecologia Sapucaia, ocupando a função de Diretora de Biodiversidade e Conservação (2008 - 2011). Tem experiência na área de Agronomia, com ênfase em Agricultura Familiar, Agroecologia e Educação Ambiental, atuando principalmente em atividades de Assistência Técnica e Extensão Rural de base Agroecológica e em pesquisas com Sistemas Agroflorestais, Agricultura Indígena, Plantas Espontâneas e Medicinais.

Ana Cristina Fermino Soares, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

Possui graduação em Microbiologia e Imunologia - University of Arizona (1988), mestrado em Microbiologia e Imunologia - University of Arizona (1990) e doutorado em Produção Vegetal, área de Microbiologia do Solo, pela Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (1998). Atualmente é professora titular da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Tem experiência na área de Agronomia, com ênfase em Microbiologia do Solo e Fitopatologia, atuando principalmente nos seguintes temas: controle biológico, controle alternativo, promoção de crescimento de plantas, fungos micorrízicos, rizobactérias, actinomicetos. É Assessora para Assuntos Internacionais da UFRB, Professora Permanente do Programa de Pós-Graduação em Ciências Agrárias da UFRB e do Programa de Pós-Graduação em Microbiologia Agrícola da UFRB. Membro da Câmara de Assessoramento em Ciências Agrárias e da Câmara de bolsas da FAPESB. Bolsista de Produtividade de Pesquisa do CNPq

Downloads

Publicado

2012-01-01

Edição

Seção

VII CBA - 1. Conhecimento, tecnologias sustentáveis e políticas públicas

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)