10874 - Efeito do consórcio de leguminosas sobre plantas espontâneas em cafeeiro

Autores

  • Bianca Jesus Souza IF Sudeste MG - Campus Rio Pomba
  • Tatiana Pires Barrella
  • Rafael Monteiro de Oliveira
  • Lucas Luis Faustino
  • Ariany das Graças Teixeira
  • Ricardo Henrique Silva Santos

Palavras-chave:

Coffea arabica, Dolichos lab-lab, Canavalia ensiformis, supressão, período de consorciação.

Resumo

Este trabalho teve como objetivo verificar o efeito de leguminosas em consórcio com cafeeiro na supressão de plantas espontâneas. Os tratamentos consistiram de um fatorial (2x4)+1, sendo duas leguminosas (feijão-de-porco e lablabe) e 4 períodos de corte das leguminosas (30, 60, 90 e 120 dias após o plantio) mais uma testemunha sem leguminosa. Analisou-se a produção de massa de matéria seca das leguminosas e das espécies de plantas espontâneas em cada época de corte e também aos 120 dias para as plantas espontâneas. A produção de massa de matéria seca das leguminosas não diferenciou aos 30 e 60 dias, e aos 90 e 120 dias o feijão-de-porco produziu mais massa que o lablabe. Na produção de massa de matéria seca de plantas espontâneas não houve diferença entre as duas leguminosas, mas diferenciaram significativamente da testemunha. Na avaliação aos 120 dias, mesmo sem as leguminosas em campo, apenas o tratamento lablabe aos 30 dias não diferenciou da testemunha, os demais diminuíram significativamente o aparecimento das plantas espontâneas.

Biografia do Autor

Bianca Jesus Souza, IF Sudeste MG - Campus Rio Pomba

Tecnólogo em Agroecologia Tratos culturais em manejo de culturas - Agroecologia

Downloads

Publicado

2011-11-15

Edição

Seção

VII CBA - 1. Conhecimento, tecnologias sustentáveis e políticas públicas

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>