092-Uso do solo na microbacia da Sanga Gaúcha, Município de Pato Bragado, PR

Autores

  • Cristiane Claudia Meinerz UNIOESTE
  • Deise Dalazen Castagnara UNIOESTE
  • Laline . Broetto UNIOESTE
  • Emerson . Stern UNIOESTE
  • Fernando Taffarel Zanelato UNIOESTE
  • Eduardo Vinicius Staffen Wammes UNIOESTE
  • Sidnei Francisco Muller UNIOESTE
  • Armin . Feiden UNIOESTE

Palavras-chave:

microbacia hidrográfica, adequação ambiental, manejo do solo, uso do solo.

Resumo

O trabalho teve por objetivos avaliar o uso do solo na microbacia Sanga Gaúcha; situada no Município de Pato Bragado, PR, composta por uma amostra de 66 propriedades com o intuito de diagnosticar os principais usos de solo e os passivos ambientais, como ausência de Áreas de Preservação Permanente e Reserva Legal. Para o desenvolvimento deste trabalho utilizou-se a metodologia proposta pelo Programa Cultivando Água Boa, desenvolvido pela Itaipu Binacional. Diagnosticou-se que o uso de solo predominante é a Agricultura que ocupa 72,67% do total da microbacia. As áreas de pastagem representam 11,38%. As áreas de Preservação Permanente (APP) ocupam 2,45%, que representam aproximadamente 18 ha. Já as áreas de Reserva Legal (RL) representam 9,10%. Para a adequação ambiental das propriedades, segundo a legislação vigente, é necessária a implantação de aproximadamente 17 ha de APP e 79 ha de RL. O trabalho pretende contribuir no planejamento socioambiental da microbacia.

Downloads

Publicado

2011-06-16