081-Biomassa microbiana em cultivos de milho associados a diferentes coberturas vegetais

Autores

  • Irzo Isaac Rosa Portilho Embrapa Agropecuária Oeste
  • Francisco Pereira Paredes Junior UEMS
  • Milton Parron Padovan Embrapa Agropecuária Oeste
  • Fábio Martins Mercante Embrapa Agropecuária Oeste

Palavras-chave:

adubo verde, atividade microbiana, qualidade do solo.

Resumo

O objetivo do presente trabalho foi avaliar o efeito dos resíduos de espécies de adubo verdes em cultivos de milho, sobre a biomassa microbiana do solo e índices derivados. O estudo foi conduzido em área sob transição agroecológica, num Latossolo Vermelho Distroférrico típico. Diversas espécies de cobertura foram cultivadas previamente ao milho, como: sorgo-forrageiro (Sorghum bicolor), milheto (Pennisetum glaucum), guandu (Cajanus cajan L. Millsp), mucuna-preta (Mucuna aterrina), mucuna-cinza (Mucuna pruriens), feijão-de-porco (Canavalia ensiformis), crotalária (Crotalaria juncea), consórcio crotalária/milheto e sistema com mistura de adubos verdes. Foram incluídos no experimento um sistema com vegetação espontânea (pousio) e uma área de vegetação nativa (mata em regeneração), como referencial da condição original do solo. A vegetação nativa apresentou maior valor de carbono da biomassa microbiana do solo (C-BMS) e atividade microbiana. O sistema cultivado previamente com guandu apresentou os maiores valores de quociente metabólico, sendo superior ao sistema com vegetação nativa e aos sistemas com cultivos prévios da mistura de adubos verdes, sorgo-forrageiro, milheto e feijão-de-porco. Em geral, os adubos verdes influenciaram de modo semelhante a BMS e índices derivados.

Biografia do Autor

Irzo Isaac Rosa Portilho, Embrapa Agropecuária Oeste

Bolsista do PROBIO-II

Downloads

Publicado

2011-06-16

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

<< < 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 > >>