058-Produção e distribuição de massa de diferentes espécies consorciadas com a cultura do pinhão-manso

Autores

  • João Alfredo Neto da Silva UFGD
  • Cesar José da Silva Embrapa Agropecuária Oeste
  • Cristiano Márcio Souza UFGD
  • Luiz Alberto Staut Agropecuária Oeste
  • Simone Priscila Bottega UFGD

Palavras-chave:

Jatropha curcas L., consórcio, produção de massa, espécies forrageiras

Resumo

A sustentabilidade dos agrossistemas é diretamente influenciada pela forma de manejo dos solos e das culturas. Diante deste contexto o trabalho teve como objetivo avaliar a produção e distribuição de massa seca (MS) de plantas forrageiras e de cobertura, em consórcio com pinhão-manso. O experimento foi conduzido no Município de Dourados, MS. O delineamento experimental foi o de blocos casualizados em esquema de parcelas subsubdivididas, sendo sete tratamentos (espécies), dois sistemas de cultivo (solteiro e consorciado), sete avaliações no tempo e com quatro repetições. No sistema de cultivo consorciado, braquiária-ruziziensis, braquiária-ruziziensis + estilosantes-campo-grande e massai produziram alta quantidade de MS, atingindo produção na avaliação de outubro de 7,16; 6,11 e 8,32 Mg ha-1, respectivamente. Recomenda-se a produção de MS nas entrelinhas do pinhão-manso com as espécies forrageiras e de cobertura estudadas. A Massai foi a espécie que melhor se adaptou ao consórcio.

Downloads

Publicado

2011-06-16

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)