Ações integradas em busca da sustentabilidade no Assentamento Tarumã-Mirim, zona rural de Manaus (AM)

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Joanne Régis Costa José Edison Carvalho Soares Sandra Tapia-Coral Adelaide Mota

Resumo

Neste trabalho, são apresentadas ações da primeira fase do projeto “Tarumã Vivo” desenvolvido pela Embrapa Amazônia Ocidental no Assentamento Tarumã-Mirim (Manaus-AM) e parceiros, com o objetivo de gerar conhecimentos e ações sustentáveis de forma colaborativa com os agricultores familiares. Os diagnósticos mostraram que a retirada da floresta está relacionada à produção de carvão vegetal e lenha, exploração de madeira e agropecuária. O projeto considerou o manejo da paisagem agrícola e os aspectos sócio-econômicos, o que resultou na construção de alternativas diferentes em objetivos, superfície, composição, arranjo e manejo, em 29 propriedades agrícolas. Os cursos ministrados foram meios importantes para mudanças, pois viabilizaram a substituição da venda de carvão vegetal por produção de hortaliças e a recuperação de áreas alteradas em 15 propriedades. A renda semanal aumentou de 54,26% considerando a venda direta na feira. Após o curso sobre Associativismo foi criada a Associação Agrícola Rural do Ramal do Pau Rosa (Assagrir), permitindo a articulação e viabilização de novas ações em prol da comunidade. O processo de empoderamento contemplou os quatro níveis (Cognitivo, Psicológico, Econômico e Político).

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
COSTA, Joanne Régis et al. Ações integradas em busca da sustentabilidade no Assentamento Tarumã-Mirim, zona rural de Manaus (AM). Revista Brasileira de Agroecologia, [S.l.], v. 7, n. 1, mar. 2012. ISSN 1980-9735. Disponível em: <http://revistas.aba-agroecologia.org.br/index.php/rbagroecologia/article/view/9967>. Acesso em: 19 nov. 2018.
Palavras-chave
árvores, sistemas agroflorestais, desenvolvimento rural.
Seção
Artigos