Impactos ambientais e sócio-econômicos das hortas comunitárias sob linhas de transmissão no bairro Tatuquara, Curitiba, PR, Brasil.

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Michelle M. A. Ottmann Elis Borcioni Érica Mielke Mailane J. R. da Cruz

Resumo

Em virtude da existência de áreas ociosas, alvos de atividades ilícitas e depósitos de lixo, situadas sob as linhas de transmissão de energia elétrica (LTs) no bairro Tatuquara, Curitiba, PR, Brasil, a Eletrosul Centrais Elétricas S.A e a Prefeitura Municipal de Curitiba em 2003 estabeleceram uma parceria para a implantação de hortas comunitárias, que atende famílias de baixa renda como forma de incremento da renda familiar. O objetivo deste estudo é avaliar sob a ótica dos horticultores os impactos ambientais e sócio-econômicos das hortas comunitárias criadas sob LTs no bairro Tatuquara. A coleta dos dados foi feita com base em pesquisa bibliográfica e aplicação de questionário junto aos participantes da Associação das hortas comunitárias do bairro Tatuquara. De acordo com o estudo realizado percebeu-se que as mulheres (94%) são as que mais se dedicam às atividade na horta sob as LTs e também constatou-se que a comunidade possui uma percepção positiva a partir da instalação da horta principalmente em relação a qualidade de vida, uma vez que houve redução no vandalismo praticado nas áreas ociosas sob as LTs e melhoria significativa na sua alimentação.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
OTTMANN, Michelle M. A. et al. Impactos ambientais e sócio-econômicos das hortas comunitárias sob linhas de transmissão no bairro Tatuquara, Curitiba, PR, Brasil.. Revista Brasileira de Agroecologia, [S.l.], v. 5, n. 1, mar. 2010. ISSN 1980-9735. Disponível em: <http://revistas.aba-agroecologia.org.br/index.php/rbagroecologia/article/view/9779>. Acesso em: 23 oct. 2021.
Palavras-chave
áreas urbanas ociosas; hortas urbanas; melhoria de qualidade de vida
Seção
Artigos