PESQUISA-AÇÃO E VISIBILIZAÇÃO DO SUJEITO: MULHER E RAÇA.

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Vivian Delfino Motta

Resumo

Joan Scott, em seu livro Cultura e Trabalho (1998), aponta que visibilizar as práticas também visibiliza os sujeitos e, a pesquisa avançou ao olhar para as práticas como espaço fundamental para a construção do conhecimento agroecológico. Segundo Scott, é preciso enfatizar que visibilizar as práticas não se elucida os processos de opressão. A agenda da pesquisa-ação sobre das mulheres, mas sem mostrar como o machismo as oprime, não se elucida tampouco o contraponto anti machista. Da mesma forma, que pesquisar os conhecimentos ancestrais das comunidades tradicionais, desprezando o racismo e o genocídio negro e indígena não constrói uma Agroecologia  antirracista


 


 

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
DELFINO MOTTA, Vivian. PESQUISA-AÇÃO E VISIBILIZAÇÃO DO SUJEITO:. Revista Brasileira de Agroecologia, [S.l.], v. 15, n. 2, p. 2, june 2020. ISSN 1980-9735. Disponível em: <http://revistas.aba-agroecologia.org.br/index.php/rbagroecologia/article/view/23280>. Acesso em: 15 july 2020. doi: https://doi.org/10.33240/rba.v15i2.23280.
Seção
Editorial