DESEMPENHO DE CULTIVARES DE MILHO SOB SISTEMA ORGÂNICO

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Guilherme Pozzato Francisco de Souza Cinthia Souza Rodrigues Yuri Raimondo Daniel Anastacia Fontanetti Maria Elisa Paterniani A.G. Zagatto Paterniani

Resumo

A demanda por alimentos orgânicos vem crescendo e o milho assume grande importância como fonte energética e proteica. Objetivou-se avaliar o desempenho de diferentes cultivares de milho no sistema orgânico. Doze cultivares de milho foram avaliadas em: Ipeúna, safra 2017/18 e safrinha 2018; e Araras, safra 2017/18, SP. Foi utilizado o delineamento experimental de blocos casualizados com 3 repetições, parcelas de 4 linhas de cinco metros e espaçamento de 70 cm. Avaliaram-se: danos causados pela lagarta do cartucho (DLC), florescimento masculino (FM) e feminino (FF), número de ramificações do pendão (NRP), comprimento do pendão (CP), altura da planta (AP) e da espiga (AE), “stay green" (SG), produtividade (PROD) e teores de proteína bruta (PB) e energia bruta (EB). As análises de variância individuais, conjuntas e o teste de Scott e Knott revelaram variabilidade para DLC, FM, FF, NRP, CP, AP, AE, SG e PROD. As correlações mostram indícios de que plantas mais tolerantes aos ataques da Spodoptera frugiperda possuem maiores teores de PB e EB no grão. Destacaram-se AGRI 340, JM 4M50, IAC 3330, IAC 8077, IAC 8046 e IAC 8390, que poderão ser indicadas e utilizadas no melhoramento de milho para sistema orgânico.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
SOUZA, Guilherme Pozzato Francisco de et al. DESEMPENHO DE CULTIVARES DE MILHO SOB SISTEMA ORGÂNICO. Revista Brasileira de Agroecologia, [S.l.], v. 15, n. 3, p. 9, sep. 2020. ISSN 1980-9735. Disponível em: <http://revistas.aba-agroecologia.org.br/index.php/rbagroecologia/article/view/23219>. Acesso em: 05 dec. 2020. doi: https://doi.org/10.33240/rba.v15i3.23219.
Seção
Artigos

Referências

ALVES, B. M.; et al. Correlações canônicas entre caracteres agronômicos e nutricionais proteicos e energéticos em genótipos de milho. Rev. Bras. Milho Sorgo 15: 171-185, 2016.
BERNINI, C. S. Avaliação Agronômica e Heterose de Híbridos de Populações F2 de Milho, Visando Nova Alternativa para o Estado de São Paulo [dissertação]. Campinas (SP): Instituto Agronômico de Campinas. 2011.
CRUZ, C. D. Genes - a software package for analysis in experimental statistics and quantitative genetics. Acta Sci.Agron. 35: 271-276. 2013.
CRUZ, J. C.; et al. Produção orgânica de grãos e silagem de milho. In: Congresso Brasileiro de agroecologia, 2.; Semi-nário Internacional sobre Agroecologia, 5.; Seminário Estadual sobre Agroecologia, 6., 2004, Porto Alegre. Agrobio-diversidade: base para sociedades sustentáveis - anais... [Brasília, DF]: Embrapa; Porto Alegre: Emater-RS, 2004. CD-ROM ref.345 MAP.
CRUZ, I.; et al. Damage of Spodoptera frugiperda (Smith) in different maize genotypes cultivated in soil under three levels of aluminium saturation. International Journal of Pest Management, v.45, p.293-296, 1999.
DEVELOPMENT CORE TEAM, R: A Language and Environment for Statistical Computing. Vienna, R Foundation for Statistical Computing. 2014.
ETHERIDGE, R.D.; et al. A comparison of nitrogen values obtained utilizing the Kjeldahl nitrogen and Dumas combustion methodologies (Leco CNS 2000) on samples typical of an animal nutrition analytical laboratory. Animal Feed Science and Thecnology, v.73, n.1, p.21-28, 1998.
FERREIRA, D.F. Estatística básica. 2. ed. (664p). Lavras: UFLA. 2009.
FORNASIERI-FILHO, D. Manual da cultura do milho. Jaboticabal: Funep, 576p, 2007.
HENZ, J. R.; et al. Valores energéticos de diferentes cultivares de milho para aves. Semina. Ciências Agrárias (Online), v. 34, p. 2403, 2013.
LUCHE, H. S.; et al. Desempenho per se e parâmetros genéticos de linhagens de trigo com expressão do caráter “stay-green”. Pesq. agropec. Bras., v. 48, p.167-173, 2013.
PACHECO, C. A. P.; et al. Desenvolvimento de híbridos não convencionais de milho. In: Congresso Nacional de Milho e Sorgo, 28. Simpósio Brasileiro sobre Lagarta do Cartucho, 4, 2010, Goiânia. Potencialidades, desafios e sustentabilidade: trabalhos e palestras. [Goiânia]: ABMS. 1 CD-ROOM. 2010.
PATERNIANI, M. E. A. G. Z.; et al. Caracteres secundários relacionados à tolerância à seca em progênies de irmãos germanos interpopulacionais de milho. Revista Brasileira de Milho e Sorgo (Impresso), v. 14, p. 130-144, 2015.
PAES, M. C. D. Aspectos físicos, químicos e tecnológicos do grão de milho. Circular Técnico, n.75. Embrapa Milho e Sorgo: Sete Lagoas, p.1-6, 2006.
PEREIRA, D. C. de O.; et al. Organic maize: changes in amino acid composition. Brasilian Journal of Sustainable Agriculture. v. 8, p. 74-78, 2018.
PEREIRA, G. V.; et al. Alterações no teor de proteína do milho: Efeito do manejo com implicações na nutrição das aves. Avicultura Industrial, p. 44 - 47, 24 abr. 2017.
PEREIRA FILHO, I. A. Sementes de milho: nova safra, novas cultivares e continua a dominância dos transgênicos – Sete Lagoas: Embrapa Milho e Sorgo, 2020. Disponivel em: https://apps.agr.br/wp-content/uploads/2020/06/Cultivares-de-Milho-do-Brasil-na-safra-2019.20.pdf
RAIJ, B. V.; et al. Efeito de calcário e de gesso para soja cultivada em Latossolo Roxo ácido saturado com sulfato. R. Bras. Ci. Solo, 18:305-312, 1994.
REGANOLD, J. P.; WACHTER, J. M. Organic agriculture in the twenty-first
century. Nature Plants, v. 2, p. 15221, 2016.
ROSTAGNO, H. S.; et al. Tabelas brasileiras para aves e suínos: composição de alimentos e exigências nutricionais 4ª Edição. Viçosa, MG: Universidade Federal de Viçosa, 488p. 2017.
SAWAZAKI, E.; PATERNIANI, M. E. A. G. Z. Evolução dos cultivares de milho no Brasil. In: GALVÃO, J. C. C.; MIRANDA, G. V. (Eds.). Tecnologias de produção do milho. Viçosa: Universidade Federal de Viçosa, p. 55-83, 2004.
SCOTT, A.; KNOTT, M. Acluster-analysis method for grouping means in the analysis of variance. Biometrics, Raleigh, v.30, n.3, p.507-512, 1974.
SILVA, D. J.; QUEIROZ, A. C. Análise de alimentos (métodos químicos e biológicos). 2.ed. Viçosa, MG: Editora UFV, 235p. 2002.
VIEIRA, R. O.; et al. Energia metabolizável de híbridos de milho, determinados com frangos de corte. In: 43 Reunião Zootecnica- Produção Animal em Biomas Tropicais, João Pessoa/PB. Anais da 43a. Caucaia CE: Nordeste Digital Line SA, 2006.
ZAMBIAZZI, E. V.; et al. Estimates of genetics and phenotypics parameters for the yield and quality of soybean seeds. Genetics and molecular Research, v. 16, p. 1-12, 2017.