UM “TREM” CHAMADO COMBOIO CAMINHOS DA REDE DE AGROECOLOGIA NO SUDESTE

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Rafaela Silva Dornelas Leandro de Souza Lopes Yolanda Maulaz Elteto Natália Almeida Souza Irene Maria Cardoso

Resumo

A presente narrativa objetivou organizar a trajetória e compartilhar as lições e desafios sistematizados a partir da experiência do Projeto Comboio de Agroecologia do Sudeste, uma Rede de Núcleos de Estudos em Agroecologia (R-NEA), que reuniu os Núcleos de Estudos em Agroecologia dos estados da região sudeste do Brasil. O processo de sistematização do projeto teve como marco o Seminário Regional de Avaliação e Sistematização de Experiências do Sudeste. O texto é produto coletivo de sínteses elaboradas por muitos atores ao longo da trajetória do projeto, mas em especial a partir do seminário. A organização do texto contém o histórico, a abordagem metodológica, a análise a partir dos temas gerais da matriz de sistematização de experiências e as lições e desafios identificados. O projeto Comboio fortaleceu a construção da Agroecologia em rede na Região Sudeste, desencadeando vários processos de aprendizados e transformação, que reverberam nos territórios.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
DORNELAS, Rafaela Silva et al. UM “TREM” CHAMADO COMBOIO. Revista Brasileira de Agroecologia, [S.l.], v. 13, n. 1, jan. 2018. ISSN 1980-9735. Disponível em: <http://revistas.aba-agroecologia.org.br/index.php/rbagroecologia/article/view/22443>. Acesso em: 22 may 2018.
Seção
Artigos