Análise não destrutiva de crescimento do gergelim consorciado com feijão caupi em sistema orgânico de cultivo

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Afranio César de Araujo Magdi Ahmed Ibrahim Aloufa Apolino José Nogueira da Silva Ana Alessandra Costa Iranilson Silva dos Santos

Resumo

Um trabalho de campo foi conduzido objetivando estudar o crescimento do gergelim solteiro e consorciado com o feijão caupi, avaliando-se o efeito de épocas relativas de plantio da Fabaceae. O experimento foi realizado em delineamento de blocos casualizados com parcelas subdivididas e quatro repetições. Os tratamentos principais foram cinco sistemas de cultivo do gergelim: monocultivo de gergelim (MG) e consórcio gergelim + feijão caupi, com quatro épocas relativas de plantio da Fabaceae (0, 7, 14 e 21 dias após o plantio do gergelim, respectivamente, C0, C0, C7 e C21). Os tratamentos secundários foram as épocas das coleta de dados: 15, 30, 45, 60, 75 e 90 dias após a emergência. Houve pouca influência dos sistemas de plantio no crescimento do gergelim. Destacaram-se os tratamentos C0, por apresentar desempenho inferior aos demais sistemas de cultivo para quatro das dez variáveis testadas e C14, por apresentar valores médios muito próximos ou mesmo, mais elevados que o monocultivo.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
ARAUJO, Afranio César de et al. Análise não destrutiva de crescimento do gergelim consorciado com feijão caupi em sistema orgânico de cultivo. Revista Brasileira de Agroecologia, [S.l.], v. 9, n. 1, apr. 2014. ISSN 1980-9735. Disponível em: <http://revistas.aba-agroecologia.org.br/index.php/rbagroecologia/article/view/13386>. Acesso em: 21 oct. 2019.
Palavras-chave
Ecofisiologia vegetal, fisiologia da produção, crescimento vegetal, policultura, agroecologia, agricultura sustentável
Seção
Artigos