Avaliação do potencial de inserção de abelhas em sistemas agroflorestais no oeste do Pará

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Breno Pinto Rayol Raimundo Tarcísio Feitosa Maia

Resumo

Este trabalho foi realizado em sete municípios do oeste paraense com o objetivo de avaliar o potencial da inserção das abelhas em sistemas agroflorestais através de um levantamento diagnóstico da produção do mel no oeste do Pará. Os dados foram obtidos através de questionários semi-estruturados, destinados aos produtores rurais, com questões referentes à produção do mel, espécies apícolas e espécies de abelhas cultivadas. As informações levantadas foram processadas em planilhas eletrônicas. Foram entrevistados 197 produtores, sendo 80% do sexo masculino. As principais atividades praticadas por esses produtores são: a agricultura, pesca, criação de animais e artesanato. A maioria dos produtores tem preferência em criar as abelhas sem ferrão (68%). Quanto ao local de instalação das caixas, a maioria dos produtores utiliza a capoeira (26%) e o meliponário (25%). Com o presente trabalho ficou evidenciado que o oeste paraense apresenta um grande potencial de produção de mel e de outros produtos apícolas. Sendo que essa alternativa pode ainda ser ainda potencializada se houver a introdução dessas abelhas como componente animal em sistemas agroflorestais.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
RAYOL, Breno Pinto; MAIA, Raimundo Tarcísio Feitosa. Avaliação do potencial de inserção de abelhas em sistemas agroflorestais no oeste do Pará. Revista Brasileira de Agroecologia, [S.l.], v. 8, n. 3, dec. 2013. ISSN 1980-9735. Disponível em: <http://revistas.aba-agroecologia.org.br/index.php/rbagroecologia/article/view/13240>. Acesso em: 19 sep. 2019.
Palavras-chave
Agricultura familiar; Mel; Agroecologia
Seção
Artigos