Avaliação da Sustentabilidade em Pastagens

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Diogo Feistauer Keli Cristina Fabiane Alexandre Berwanger Jucinei José Comin

Resumo

Os sistemas de produção agroecológicos mantém a qualidade do solo e produzem alimentos. O trabalho foi desenvolvido na região Oeste de Santa Catarina, entre as safras de inverno e verão de 2011 avaliando a sustentabilidade de dois sistemas com pastagens manejados sob Pastoreio Racional Voisin (SP PRV) em comparação com dois sistemas manejados de forma convencional (SPC), além da realização de análises químicas e físicas do solo. O SP PRV apresentou médias superiores para o estado dos resíduos orgânicos e cor, odor e teor de matéria orgânica em relação ao SPC. A análise de agrupamento separou os sistemas SP PRV e SPC, tanto na estação de verão como na de inverno, demonstrando que os avaliadores tiveram sensibilidade semelhante ao ponderar os atributos avaliados em cada sistema. Ao considerar os indicadores em conjunto, o SP PRV também apresentou médias superiores. Verificou-se que as avaliações quantitativas se inter-relacionam com as qualitativas e ajudam agricultores a compreender os processos que permeiam o bom desempenho de pastagens manejadas adequadamente, como o caso do PRV, melhorando a qualidade solo.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
FEISTAUER, Diogo et al. Avaliação da Sustentabilidade em Pastagens. Revista Brasileira de Agroecologia, [S.l.], v. 9, n. 1, apr. 2014. ISSN 1980-9735. Disponível em: <http://revistas.aba-agroecologia.org.br/index.php/rbagroecologia/article/view/12998>. Acesso em: 23 oct. 2019.
Palavras-chave
Indicadores; Qualidade do solo; Pastoreio Racional Voisin
Seção
Artigos