O espaço de diálogo sobre agrobiodiversidade no Litoral Norte do RS: ambientes de aprendizagem coletiva e construção do conhecimento.

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Lidiane Fernandes da Luz Rumi Regina Kubo Flávia Charão Marques

Resumo

Diversas organizações estão atuando no Litoral Norte do Rio Grande do Sul para encontrar alternativas de renda que possam ser compatíveis com as normas estabelecidas para a conservação da Mata Atlântica e a viabilização das práticas dos agricultores familiares. Essas organizações estabeleceram um espaço de diálogo sobre a agrobiodiversidade, os quais caracterizarem-se enquanto ambientes de aprendizagem coletiva e construção de conhecimento. As complexas relações estabelecidas apontam as divergências entre os envolvidos, valorizando seus aspectos culturais ou àqueles relacionados à legislação. As formas de construir conhecimento coletivamente baseiam-se nos contatos sucessivos que possam propiciar uma interface entre os conhecimentos, técnico e local. No entanto, constata-se que esse processo ocorre a longo prazo, o que não impede os agricultores de seguirem com suas práticas. Além disso, o fato de adequarem-se a legislação apresenta algumas contradições, se por um lado pode legitimar as atividades dos agricultores, por outro pode inibir algumas possibilidades criativas, restringindo-as à norma estabelecida.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
DA LUZ, Lidiane Fernandes; KUBO, Rumi Regina; MARQUES, Flávia Charão. O espaço de diálogo sobre agrobiodiversidade no Litoral Norte do RS: ambientes de aprendizagem coletiva e construção do conhecimento.. Revista Brasileira de Agroecologia, [S.l.], v. 9, n. 1, apr. 2014. ISSN 1980-9735. Disponível em: <http://revistas.aba-agroecologia.org.br/index.php/rbagroecologia/article/view/12993>. Acesso em: 23 oct. 2019.
Palavras-chave
Agrobiodiversidade. Espaços de diálogo. Agricultura Familiar.
Seção
Artigos