Avaliação da sustentabilidade e efetividade de projetos socioambientais: estudo de caso em assentamento no arco de desmatamento na Amazônia Matogrossense

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Suzana M. R. Alvares José Maria Gusman Ferraz

Resumo

Nas áreas de maior ocorrência de desmatamento e queimadas na Amazônia a situação dos assentamentos de reforma agrária é particularmente crítica. O presente estudo busca, através dos conceitos e princípios da Agroecologia, avaliar a sustentabilidade e efetividade do Projeto Entre Rios Sustentável, Padeq/PDA/MMA, desenvolvido pela associação de produtores, no processo de transição agroecológica em um assentamento no município de Nova Ubiratã, MT. Foram feitas entrevistas semiestruturadas com dez famílias beneficiárias do Projeto. Os resultados indicaram que projetos elaborados e executados com uma abordagem participativa, que atendam às necessidades concretas e particularidades dos assentados, com maior capacidade de adesão e melhor entendimento sobre seu processo de gestão e desenvolvimento, envolvendo os sujeitos locais e atores externos, a produção diversificada e de base ecológica de alimentos e produtos não madeireiros da floresta e que incluam ações voltadas para a comercialização são pontos-chave para o sucesso dessas iniciativas.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
ALVARES, Suzana M. R.; FERRAZ, José Maria Gusman. Avaliação da sustentabilidade e efetividade de projetos socioambientais: estudo de caso em assentamento no arco de desmatamento na Amazônia Matogrossense. Revista Brasileira de Agroecologia, [S.l.], v. 8, n. 2, aug. 2013. ISSN 1980-9735. Disponível em: <http://revistas.aba-agroecologia.org.br/index.php/rbagroecologia/article/view/12862>. Acesso em: 19 nov. 2018.
Palavras-chave
Assentamento de reforma agrária, Agroecologia, Abordagem participativa, Arco de desmatamento
Seção
Artigos