Performance de adubos verdes cultivados em duas épocas do ano no Cerrado do Mato Grosso do Sul

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Nei Zanin Cesar José Guilherme Marinho Guerra Raul de Lucena Duarte Ribeiro Segundo Sacramento Caballero Urquiaga Milton Parron Padovan

Resumo

O estudo foi desenvolvido durante 2004 a 2006, em Campo Grande, MS, num Latossolo Vermelho Escuro, com experimentos na primavera/verão e outono/inverno, objetivando avaliar a produtividade de massa seca, quantidade, teor de N e produtividade dos adubos verdes: Crotalaria juncea, ochroleuca, mucronata, spectabilis e breviflora, Canavalia ensiformes (feijão-de-porco), Canavalia brasiliensis (feijão-bravo-do-ceará), Mucuna aterrima (mucuna-preta), Mucuna prurien (mucuna-cinza), Cajanus cajan cv. fava-arga e IAPAR Aratã 43. C. juncea, mucrunata, ochroleuca e guandu fava-larga acumularam as maiores quantidades de massa seca durante a primavera-verão e no outono-inverno o feijão-bravo-do-ceará, C. juncea e feijão-de-porco destacaram-se. Quanto à quantidade e teores de N na parte aérea, a C. mucronata destacou-se em relação às demais espécies na primavera-verão. No outono-inverno, destacaram-se o feijão-de-porco e feijão-bravo-do-ceará. Com relação à produtividade de sementes, destacou-se o feijão-de-porco no período de primavera/verão, enquanto no outono/inverno diferiram-se em relação aos demais o guandu-anão e o feijão-de-porco.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
CESAR, Nei Zanin et al. Performance de adubos verdes cultivados em duas épocas do ano no Cerrado do Mato Grosso do Sul. Revista Brasileira de Agroecologia, [S.l.], v. 6, n. 2, aug. 2011. ISSN 1980-9735. Disponível em: <http://revistas.aba-agroecologia.org.br/index.php/rbagroecologia/article/view/10410>. Acesso em: 05 dec. 2020.
Palavras-chave
Crotalaria, Canavalia; Cajanus; massa seca; plantas melhoradoras de solos; transição agroecológica
Seção
Artigos