Avaliação de um modelo de rastreabilidade para produtos orgânicos a partir de certificadoras paranaenses

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Keren Hapuque Pinheiro Juliana Vitória Messias Bittencourt

Resumo

A certificação na produção orgânica é um fator fundamental para que o pequeno produtor possa agregar renda aos seus produtos (OLTRAMARI; ZOLDAN; ALTMANN, 2003). No Brasil há em torno de 20.000 estabelecimentos certificados (EPAGRI, 2009) do total de 90.000 unidades orgânicas existentes (IBGE, 2006), este dado pode estar relacionado com alto custo da certificação e o baixo grau de conhecimento técnico dos produtores para seguir as legislações orgânicas vigentes. Tem-se o exemplo da rastreabilidade como um complexo requisito no processo de obtenção da certificação orgânica, portanto, esta pesquisa tem como objetivo verificar a aceitação de um modelo de rastreabilidade para produtos orgânicos, aplicável na pequena propriedade, a partir de conceituadas certificadoras paranaenses. Segundo as certificadoras contatadas o método apresenta todos os requisitos necessários para uma rastreabilidade eficiente na pequena propriedade de base familiar.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
PINHEIRO, Keren Hapuque; BITTENCOURT, Juliana Vitória Messias. Avaliação de um modelo de rastreabilidade para produtos orgânicos a partir de certificadoras paranaenses. Revista Brasileira de Agroecologia, [S.l.], v. 7, n. 1, mar. 2012. ISSN 1980-9735. Disponível em: <http://revistas.aba-agroecologia.org.br/index.php/rbagroecologia/article/view/10015>. Acesso em: 19 nov. 2018.
Palavras-chave
agricultura-familiar; agricultura orgânica; certificação
Seção
Artigos