Intercâmbios agroecológicos: aprendizados coletivos e assistência técnica compartilhada. A experiência de Divino - Minas Gerais

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Rafael Mauri Fabrício Vassalli Zanelli Irene Maria Cardoso Gilvânia Domiciano de Amorim Anacleto Carlesso

Resumo

A necessidade de compreender a agroecologia enquanto ciência, prática e movimento é crescente entre pesquisadores, técnicos e praticantes da agroecologia. Estas três dimensões estão inter-relacionadas e nos colocam desafios, mas também apontam caminhos para fortalecer e ampliar a agroecologia nos territórios. Trataremos neste resumo de uma experiência em curso na Zona da Mata de Minas Gerais – os Intercâmbios Agroecológicos – que são fruto de uma longa trajetória de construção do conhecimento agroecológico na região, cuja sistematização de sua experiência aponta caminhos importantes para que as práticas agroecológicas se ampliem juntamente a força das organizações sociais dos/as agricultores/as, e sigam provocando a ciência da agroecologia na busca pela indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
MAURI, Rafael et al. Intercâmbios agroecológicos: aprendizados coletivos e assistência técnica compartilhada. A experiência de Divino - Minas Gerais. Cadernos de Agroecologia, [S.l.], v. 12, n. 1, sep. 2017. ISSN 2236-7934. Disponível em: <http://revistas.aba-agroecologia.org.br/index.php/cad/article/view/22523>. Acesso em: 21 feb. 2018.
Seção
Artigos