NEA Castanhal: entre avanços e desafios - uma proposta transdisciplinar de Educação em Agroecologia na Amazônia Paraense

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Maria Grings Batista Roberta de Fátima Rodrigues Coelho Romier da Paixão Sousa Waldiléia Rendeiro da Silva Amaral Franciara Santos Silva

Resumo




Este trabalho aborda os caminhos trilhados para a concepção do Núcleo de Estudos em Educação e Agroecologia na Amazônia (NEA-Castanhal) enquanto espaço de articulação político- pedagógico. A construção das Unidades Pedagógica de Experimentação Agroecológica (UPEAs); Formação protagonizada pelos estudantes; Cursos de Formação Inicial e Continuada em Agroecologia; Agriculturas de Base Ecológica e Políticas Públicas voltados para agricultoras familiares camponeses, agentes de desenvolvimento e movimentos sociais, são algumas ações aqui descritas e analisadas. Os resultados indicam que as atividades desenvolvidas estão em consonância com as diretrizes e com os princípios de Educação em Agroecologia e que o NEA, mesmo sendo um local de resistência dentro de um território marcado pela educação tecnicista, segue firme e aprendendo com os desafios de cada dia.




##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
BATISTA, Maria Grings et al. NEA Castanhal: entre avanços e desafios - uma proposta transdisciplinar de Educação em Agroecologia na Amazônia Paraense. Cadernos de Agroecologia, [S.l.], v. 12, n. 1, july 2017. ISSN 2236-7934. Disponível em: <http://revistas.aba-agroecologia.org.br/index.php/cad/article/view/22381>. Acesso em: 22 may 2018.
Seção
Artigos