Feiras agroecológicas: necessários diálogos entre campo e cidade sob a perspectiva sociocultural

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Marcos Bravin dos Santos

Resumo




Fruto de inúmeras articulações regionais, as feiras agroecológicas e culturais propõem a valorização de agricultores, artistas e artesãos de Sorocaba/ SP e região por meio de espaços de troca de saberes, ações de boas práticas e comércio justo de alimentos de cultivo orgânico e de transição agroecológica oriundos de movimentos sociais, coletivos, associações e cooperativas. Sob a perspectiva cultural, as Feiras agroecológicas tornam-se instrumentos da troca de experiências entre estes atores provenientes da Região Metropolitana de Sorocaba (RMS) e desses com a população que, além de consumirem alimentos e produtos provenientes de sistemas econômicos e ecológicos justos, tem a possibilidade de conhecer a realidade socioeconômica de forma direta – sem atravessadores ou quaisquer outros meios de comercialização.




##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
DOS SANTOS, Marcos Bravin. Feiras agroecológicas: necessários diálogos entre campo e cidade sob a perspectiva sociocultural. Cadernos de Agroecologia, [S.l.], v. 12, n. 1, july 2017. ISSN 2236-7934. Disponível em: <http://revistas.aba-agroecologia.org.br/index.php/cad/article/view/22298>. Acesso em: 23 sep. 2018.
Seção
Artigos